Foto de arquivo. C.M. Torres Novas
Foto de arquivo. C.M. Torres Novas

A Câmara Municipal de Torres Novas foi na sexta-feira, dia 19 de Novembro, confrontada com a operação em obra que demoliu as duas chaminés que simbolizavam historicamente a existência naquele espaço da antiga Fábrica António Alves. As duas chaminés faziam parte do projecto da obra em curso, para instalação do novo Intermarché, pormenor que deverá ser respeitado.

O dono da obra foi contactado de imediato, esclarecendo que, motivos de falta de sustentabilidade e eventual perigosidade futura – com pareceres técnicos que irão ser apresentados com urgência na Câmara – , terão conduzido à demolição das duas chaminés.

Foi assumido verbalmente pelo próprio que irá, dentro do tecnicamente possível, repor com segurança, a simbologia histórica que ali existia e cumprir com o projecto aprovado.

Os serviços de urbanismo não foram receptores até esta data de qualquer projecto de demolição, conforme é exigido para este tipo de intervenções.

O município irá fazer cumprir esta obrigação processual, face ao projecto previamente aprovado e de imediato irá analisar técnica e juridicamente as consequências derivadas desta inesperada e socialmente chocante demolição.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Médico detido por abuso sexual de menores

Um homem de 27 anos foi detido esta manhã no Bairro de…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.