Foi aprovada pela Câmara Municipal de Tomar a Estratégia Local de Habitação (ELH). O documento tem três grandes objectivos: garantir o acesso de todos os munícipes a uma habitação condigna, melhorar a atratividade do ambiente urbano do concelho e implementar um modelo de governação, capacitando o Município para a implementação da nova geração de políticas da habitação.

Segundo o documento, Tomar deverá investir “na habitação pública como suporte decisivo para a plena integração das comunidades desfavorecidas” e reforçar “a aposta na reabilitação do edificado e do espaço público, como mecanismo de dinamização do mercado de arrendamento e de melhoria da atratividade urbana”, pressupostos para “um desenvolvimento coeso, inclusivo e sustentável, projetado a partir da cidade, mas gerador de benefícios para todo o território.”

A ELH foi desenvolvida através de uma consultoria com a Terrisirga, no âmbito do Programa de Apoio ao Acesso à Habitação, estabelecido pelo Decreto-Lei 37/2018, de 4 de junho. É constituída por um diagnóstico prospetivo, nomeadamente das carências e dificuldades no acesso à habitação e da caracterização do parque habitacional; uma estratégia de intervenção, com os objetivos estratégicos e operacionais e a sua articulação com outras políticas e instrumentos sectoriais; e um programa de ação com a identificação de e definição de recursos, atores a envolver e modelo de intervenção e ainda um sistema de monitorização e avaliação da sua implementação. A apresentação de candidaturas a financiamento dependerá depois de submissão prévia ao IHRU.

PUBLICIDADE

Os objectivos estratégicos têm cada um deles dois objetivos operacionais. O primeiro, garantir o acesso a uma habitação condigna, pretende dar resposta a 202 famílias do seguinte modo:

Objectivo Operacional 1.1 – Reabilitar a habitação social – reabilitação de 159 fogos de habitação social municipal, num investimento de cerca de 8 859 171,18 €

Objectivo Operacional 1.2 – Aumentar o stock de habitação social – aquisição e construção ou reabilitação de 43 fogos de habitação social, num investimento de cerca de 6 430 121,85 €

O segundo, melhorar a atratividade do ambiente urbano, prevê um investimento superior a 45 milhões de euros, assim distribuído:

Objectivo Operacional 2.1 – Reabilitar e qualificar o espaço público – designadamente a reabilitação do antigo Colégio Nun’Álvares para instalação da Escola Profissional; a reabilitação do Convento de S. Francisco e do espaço contíguo; a reabilitação da Abegoaria; a reabilitação do Convento de Santa Iria e ex-Colégio Feminino para unidade hoteleira; a reabilitação da Estalagem de Santa Iria; a reabilitação do Palácio Alvim; e a reabilitação da igreja de S. João Baptista, num investimento total de 27 milhões de euros.

E também a reabilitação da margem direita do rio Nabão, no Flecheiro; a reabilitação do Centro Histórico (3ª fase), da Praceta Raúl Lopes, do logradouro contíguo à Sinagoga e ainda um conjunto de projetos no âmbito das Smart Cities, como a gestão inteligente de estacionamento e de iluminação pública; o sistema integrado de bicicletas elétricas; o sistema inteligente de controlo da qualidade do ar, qualidade da água do Rio Nabão e monitorização do seu caudal para prevenção de cheias e o sistema de transportes públicos movidos a energias não fósseis, que no conjunto ascendem a um investimento na ordem dos 18 milhões de euros.

Objectivo Operacional 2.2 – Promover a reabilitação do edificado privado – através de intervenções que possam, também, contribuir para a dinamização do mercado de arrendamento, a preços comportáveis pelas famílias, seja por via da oferta privada ou por via de parcerias entre o Município de Tomar e os agentes privados.

Finalmente, o terceiro objectivo, implementar um modelo de governação da ELH, passará por:

Capacitar a equipa técnica do Município para a implementação da nova geração de políticas da habitação e desenvolver um modelo de comunicação da Estratégia Local de Habitação.

PUBLICIDADE
Leia também...

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…

Condutor não respeita ordem de paragem e foge durante 25 km à GNR

Um homem de 31 anos foi detido e aguarda julgamento em prisão…