Cáritas Diocesana de Santarém auxiliou 1102 famílias nos últimos meses

1102 famílias foram apoiadas pela Cáritas Diocesana de Santarém (CDS), através dos Grupos Paroquiais de Acção Social (GPAS), devido a situações de desemprego que diminuíram substancialmente os rendimentos dos agregados familiares, sendo essa a principal causa de pedidos de apoio na região.

Em comunicado, a CDS notou um “aumento substancial” nos pedidos de ajuda apresentados aos GPAS para “alimentação e pagamento de despesas relacionadas com a renda, água, luz e gás”.

O apoio a estas famílias foi assegurado pela Cáritas Portuguesa que disponibilizou na sua rede nacional, da qual fazem parte 20 Cáritas Diocesanas, 130 mil euros para a resposta imediata às solicitações por parte da população mais vulnerável.

PUBLICIDADE

Cáritas Portuguesa pede apoio dos portugueses

A Cáritas Portuguesa institui durante este meses o programa “Heróis doar”, um projecto de emergência sócio-económica com recursos próprios da instituição e pede agora ajuda à população para “reforçar este programa em todo o território nacional”, de forma a “superar as causas que estão na origem das necessidades”.

“A transversalidade desta pandemia requer uma mobilização nacional no combate a todas as situações de vulnerabilidade. Quem em tempos ajudou, hoje, pode precisar de ser ajudado. É necessário promover o respeito e a dignidade. Como país estamos todos juntos neste combate. A Campanha de Solidariedade incorpora assim esse duplo sentido, solidariedade e dignidade. Porque todos somos Heróis Doar”, sublinha a Cáritas Portuguesa em comunicado.

O perfil dos beneficiários deste apoio, são na sua grande maioria de nacionalidade portuguesa, entre os 30 e os 60 anos de idade.

A instituição diz que há também a registar um apoio alargado a muitos cidadãos de nacionalidade estrangeira que se viram confrontados com a pandemia.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS