Câmara Municipal prepara candidatura de Valada à Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior.

Pedro Magalhães Ribeiro afirma que investimento “em Valada será factor de criação de riqueza regional e local, mas também de protecção do ecossistema do Rio Tejo. 

Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Margarida Abade, presidente da Junta de Freguesia de Valada e Pedro Nobre, vereador responsável pelos pelouros de urbanismo e ambiente, reuniram no dia 8 de Agosto, com os serviços municipais que vão executar a candidatura do Município do Cartaxo à Rede de Estações de Serviço de Apoio ao Autocaravanismo, que prevê a construção, em Valada, de um Parque para Autocaravanismo.

PUBLICIDADE

A candidatura está integrada no projecto que a Entidade Regional de Turismo (ERT) do Alentejo e Ribatejo está a preparar para apresentar à Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior e será entregue a esta entidade até ao próximo dia 16 de Agosto.

No dia 30 de Julho, Pedro Magalhães Ribeiro participou na reunião de trabalho promovida pera ERT do Alentejo e Ribatejo, em Évora, na qual foram apresentados e debatidos os principais objectivos estratégicos da candidatura que a Entidade de Turismo vai apresentar à Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior.

O autarca afirmou a “importância da zona ribeirinha do concelho do Cartaxo para a coerência e sustentabilidade do projecto” da ERT do Alentejo e Ribatejo, “com Valada a assumir um posicionamento estratégico quer pelo seu potencial na promoção do turismo náutico, quer pela posição que já assume nas rotas do Caminho de Fátima e Caminhos de Santiago”.

A presidente da Junta de Freguesia de Valada assumiu “absoluta concordância com a Câmara Municipal ao apresentar Valada como localização para o Parque de Autocaravanismo”. Margarida Abade afirma que deu “ao presidente da Câmara, a garantia de total empenho não só do executivo da Junta”, como está convicta do “empenho da população de Valada, para que esta candidatura seja um sucesso”.

O forte crescimento do autocaravanismo, quer no que respeita ao turismo nacional, quer internacional – com os estudos do sector a mostrar que a faixa etária dos utilizadores tem vindo a baixar, é cada vez mais jovem, com maior poder aquisitivo e que contribui directamente para as economias regional e local –, é uma das razões que levam os dois autarcas a considerar que “esta é uma oportunidade única para promover o investimento na freguesia de Valada e para criar uma infraestrutura capaz de promover todo o potencial turístico desta zona ribeirinha”.

Pedro Magalhães Ribeiro partilha “esta convicção com a presidente da Junta de Freguesia de Valada”, a par da certeza de que “o turismo náutico, a presença de pessoas e de empresas empenhadas na preservação do ecossistema do Rio Tejo, enquanto recurso natural, mas também económico e de criação de emprego, serão essenciais na defesa ambiental do nosso Rio Tejo”.

ERTAR candidata-se a Linha que financia até 70 por cento projectos de valorização turística

Prevendo financiamento de 70 por cento a fundo perdido para investimento total até 300 mil euros – a Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior visa apoiar o investimento em projectos e iniciativas que, por meio de actividades com relevância ou interesse para o turismo, contribuam para o desenvolvimento do interior e para a coesão económica e social do território.

PUBLICIDADE
Leia também...

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Loja da Cavalinho assaltada no Centro Histórico de Santarém

A loja do Cavalinho foi alvo de um assalto na madrugada desta…

Colisão entre motociclo e ligeiro de passageiros provoca um ferido grave na EN 118

Um ferido grave é o resultado de uma colisão entre um motociclo…

Salvador, Bebé do Ano em Santarém, recebe cheque-prenda do Correio do Ribatejo/Sonae

Salvador da Silva Carlota foi o primeiro bebé a nascer no dia…