Chamusca recebe Congresso Internacional de Tauromaquia

A Chamusca acolhe, de 11 a 13 de Julho, o Congresso Internacional de Tauromaquia “Homens e Toiros, Cultura e Desenvolvimento”, integrado no programa de comemorações do centenário da Praça de Toiros.

O Congresso é organizado conjuntamente pelo Município da Chamusca, pelo ISCTE-IUL, pelo Instituto Politécnico de Santarém, pela Associação de Tertúlias Tauromáquicas de Portugal (ATTP) e pela Santa Casa da Misericórdia da Chamusca. Os trabalhos realizam-se no Cine-Teatro da Chamusca e a actividade de campo decorre na Herdade de Talasnas.

O ponto central do debate, que vai juntar investigadores e outros agentes da festa brava de Portugal e do estrangeiro, vai ser a relação entre os homens e os toiros, sobretudo na sociedade ibérica (Portugal e Espanha), no Sul de França e na América Latina. Vão ser abordadas as dimensões sociais, culturais, ecológicas, económicas, políticas e morais desta relação e as diversas problemáticas com que se defrontam as sociedades modernas, nomeadamente a das relações entre a cultura e a natureza, a vida e a morte, a democracia cultural e a liberdade.

Entretanto, tome nota da programação destes dois últimos dias do Congresso Internacional:

Sexta-feira, dia 12 Julho – Cine-Teatro da Misericórdia – 9.30 horas – Mesa-Redonda – “Unidade de valores e diversidade de formas da cultura tauromáquica” – Moderador: Luís Capucha (CIES-IUL, ISCTE-IUL); Jean-Baptiste Maudet (Universidad de Pau et des Pays de l’Adour, Laboratoire Passages UMR 5319 CNRS); Mónica Pérez Alaejos (Professora Contratada da Facultad de Ciencias Sociales – Universidad de Salamanca); Emilia Riesco Vazquez (Professora Titular de Universidad e Directora do Departamento de Sociología y Comunicación – Universidad de Salamanca);

10.30 horas – Sessões Temáticas – Moderador: Ludgero Mendes (Antropólogo e Crítico Taurino); “A Antropologia e a Festa”, por Pedro Prista (Departamento de Antropologia ISCTE-IUL/CRIA-IUL); 10.45 horas – “Representação de Toiros e Cavalos na Colecção de Arte da Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça”, por Nuno Prates (Conservador da Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça/CM Alpiarça); 11.00 horas – “Análisis económico, relevancia e implantación de los Festejos Populares”, por Jesús Ibáñez Martínez (Universitat de València); 11.15 horas – “Para uma Sociologia da Tourada (Ou como acabar de vez com a sabedoria convencional sobre a Tauromaquia)”, por Fernando Ampudia de Haro (CIES-IUL/UEuropeia). 11.30 horas – Debate; 11.45 horas – Pausa;

12.00 horas – Conferência “La Fiesta, los jóvenes y el futuro”, por David Guillén (Doctor en Psicología. Professor-Tutor UNED); 12.30 horas – Conferência “A Cultura Tauromáquica num Universo Cultural Globalizado: Riscos e Desafios”, por Luís Capucha (CIES-IUL, ISCTE-IUL);

13.00 horas – Sessão de Encerramento – Reitora do ISCTE-IUL, Presidente do I.P. Santarém, Presidente da Câmara Municipal da Chamusca e Embaixadora de Espanha (a confirmar);

15.30 – Visita Guiada à Praça de Toiros da Chamusca, por Paula Ribeiro (CM Chamusca); 17:00 horas – Visita Guiada à Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça, por Nuno Prates, com prova de vinhos “Quinta dos Patudos”; 19. 30 horas – Jantar Taurino.

Sábado, dia 13 de Julho – Herdade das Talasnas – 10.00 horas – Visita à Ganadaria de Manuel Veiga, com almoço campero; 15.00 horas – Demonstrações de toureio a cavalo, toureio a pé e pegas; Vaca para aficionados práticos.

Entretanto, durante os dias em que decorre o Congresso Internacional de Tauromaquia estão patentes ao público duas Exposições – No Cine-Teatro da Misericórdia – Painéis – “Homens e Toiros: Da pré-história às figuras dos nossos tempos” e na Galeria Municipal – Fotografia – “Joaquim Bastinhas pela objectiva de Emílio de Jesus”.

PUBLICIDADE

W3Schools

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS

Deixar uma resposta