Restaurantes portugueses em Montreal têm despertado atenção entre os canadianos e levam “centenas e centenas de turistas” a visitar Portugal, disse hoje uma empresária portuguesa, que integra o instituto de turismo do Quebeque.

“Nós estamos na moda aqui em Montreal em todos os aspectos. Quando digo nós, refiro-me a mim e a todos os restaurantes portugueses aqui nesta cidade. Temos feito muito pelo turismo em Portugal”, afirmou Helena Loureiro, de 55 anos.

A empresária natural da Serra de Santo António (Alcanena, Santarém), justificou que a ‘primeira viagem’ dos turistas canadianos passa pelos restaurantes portugueses em Montreal.

“Temos ‘enviado’ centenas e centenas de pessoas a Portugal a visitar o nosso país, que é muito bonito, com muita história, com pessoas muito acolhedoras. Claro que isso também nos incentiva e motiva a continuar a enviar pessoas para Portugal”, frisou.

Um dos factores é a vertente económica, nomeadamente o custo das viagens para Portugal, “um dos países europeus mais acessíveis em termos de preços” comparativamente com os outros países vizinhos do ‘velho continente’.

Os turistas canadianos, quando regressam à América do Norte, “chegam encantados” com Portugal: as praias, o sol e a gastronomia são os aspectos mais apreciados.

Das lacunas existentes, a barreira da língua parece estar ultrapassada, com as pessoas em Portugal a serem “flexíveis e a desenrascarem-se bem tanto no francês, como no inglês para receberem o turismo canadiano”.

A empresária lamenta ainda que as várias tentativas de aproximação com a transportadora aérea nacional, TAP, para uma possível colaboração para ajudar a promover o turismo em Portugal, não “passaram disso”, com as companhias aéreas canadianas a mostrarem uma “maior flexibilidade nesse sentido”.

Helena Loureiro foi nomeada este mês para a direcção do Instituto de Turismo e Hospitalidade do Quebeque, prometendo “continuar a trabalhar em prol de enviar mais turistas para Portugal”.

“Espero que esta minha passagem pelo instituto continue a trabalhar em prol de enviar turistas para Portugal, com o intuito de formar cada vez mais pessoas na hotelaria e restauração. E porque não implementar cursos de cozinha portuguesa naquela instituição governamental? Será o meu próximo passo”, admitiu.

A empresária é proprietária de quatro restaurantes na província francófona, em Montreal, o “Helena” desde 2012, e o “Portus Calle” há 19 anos (Portus 360 desde 2016). Mais recentemente a chef abriu na cidade do Quebeque, o “Grelha Lisboa” num conceito de balcão e o “Helena Quebeque” com capacidade para 48 lugares.

Com diversas presenças em programas de culinária da televisão canadiana, após também ter lançado dois livros relacionados com gastronomia portuguesa, a empresária está agora a preparar a sua terceira obra literária.

Dados do recenseamento de 2016 indicavam que existiam em Montreal 46.535 portugueses e lusodescendentes.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Médico detido por abuso sexual de menores

Um homem de 27 anos foi detido esta manhã no Bairro de…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.