Restaurantes portugueses em Montreal têm despertado atenção entre os canadianos e levam “centenas e centenas de turistas” a visitar Portugal, disse hoje uma empresária portuguesa, que integra o instituto de turismo do Quebeque.

“Nós estamos na moda aqui em Montreal em todos os aspectos. Quando digo nós, refiro-me a mim e a todos os restaurantes portugueses aqui nesta cidade. Temos feito muito pelo turismo em Portugal”, afirmou Helena Loureiro, de 55 anos.

A empresária natural da Serra de Santo António (Alcanena, Santarém), justificou que a ‘primeira viagem’ dos turistas canadianos passa pelos restaurantes portugueses em Montreal.

“Temos ‘enviado’ centenas e centenas de pessoas a Portugal a visitar o nosso país, que é muito bonito, com muita história, com pessoas muito acolhedoras. Claro que isso também nos incentiva e motiva a continuar a enviar pessoas para Portugal”, frisou.

Um dos factores é a vertente económica, nomeadamente o custo das viagens para Portugal, “um dos países europeus mais acessíveis em termos de preços” comparativamente com os outros países vizinhos do ‘velho continente’.

Os turistas canadianos, quando regressam à América do Norte, “chegam encantados” com Portugal: as praias, o sol e a gastronomia são os aspectos mais apreciados.

Das lacunas existentes, a barreira da língua parece estar ultrapassada, com as pessoas em Portugal a serem “flexíveis e a desenrascarem-se bem tanto no francês, como no inglês para receberem o turismo canadiano”.

A empresária lamenta ainda que as várias tentativas de aproximação com a transportadora aérea nacional, TAP, para uma possível colaboração para ajudar a promover o turismo em Portugal, não “passaram disso”, com as companhias aéreas canadianas a mostrarem uma “maior flexibilidade nesse sentido”.

Helena Loureiro foi nomeada este mês para a direcção do Instituto de Turismo e Hospitalidade do Quebeque, prometendo “continuar a trabalhar em prol de enviar mais turistas para Portugal”.

“Espero que esta minha passagem pelo instituto continue a trabalhar em prol de enviar turistas para Portugal, com o intuito de formar cada vez mais pessoas na hotelaria e restauração. E porque não implementar cursos de cozinha portuguesa naquela instituição governamental? Será o meu próximo passo”, admitiu.

A empresária é proprietária de quatro restaurantes na província francófona, em Montreal, o “Helena” desde 2012, e o “Portus Calle” há 19 anos (Portus 360 desde 2016). Mais recentemente a chef abriu na cidade do Quebeque, o “Grelha Lisboa” num conceito de balcão e o “Helena Quebeque” com capacidade para 48 lugares.

Com diversas presenças em programas de culinária da televisão canadiana, após também ter lançado dois livros relacionados com gastronomia portuguesa, a empresária está agora a preparar a sua terceira obra literária.

Dados do recenseamento de 2016 indicavam que existiam em Montreal 46.535 portugueses e lusodescendentes.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…