O Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) da GNR de Santarém deteve em flagrante dez homens, com idades compreendidas entre os 41 e os 64 anos, por crime de caça de espécies cinegéticas com recurso a meios proibidos, no dia 16 de Maio, no concelho de Rio Maior.

Os militares da GNR detectaram os dez suspeitos a utilizar um processo de caça proibido para a presente época do ano e que o campo de treino onde se realizou a largada não se encontrava previsto no plano de caça da reserva, resultando num auto de contra-ordenação.

Aos detidos foram apreendidas dez caçadeiras de calibre 12 e 57 cartuchos de calibre 12.

Os detidos foram constituídos arguidos e foram presentes esta segunda-feira, dia 17 de Maio, ao Tribunal Judicial de Rio Maior, para aplicação das medidas de coacção.

PUBLICIDADE

A GNR relembra que, no exercício do acto venatório, é proibida a caça de espécies não cinegéticas, a caça em terrenos cobertos de neve, com excepção de espécies de caça maior (ex.: javali, veado, etc.), o abandono dos animais que acompanham o caçador, a captura ou destruição dos ninhos, dos ovos e crias de qualquer espécie. Estas práticas são tipificadas na lei como crime.

PUBLICIDADE
Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…