Foto de arquivo

O mês de Dezembro do ano passado foi o quarto mais quente dos últimos 90 anos e bateu-se o recorde da estação, com um extremo de 26.4 °C de temperatura máxima na Zambujeira, segundo dados hoje divulgados.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), desde 1931 que não havia um Dezembro tão quente, com a média da temperatura máxima do ar a chegar aos 15.72 °C (mais 1.84 °C), o segundo valor mais elevado dos últimos 90 anos (em 2015 atingiu-se os 16.21 °C).

O valor médio de temperatura mínima do ar foi de 7.66 °C, igualmente superior à normal (mais 1.62 °C), sendo o nono valor mais alto desde 1931.

Quanto à temperatura média do ar, o IPMA aponta para um valor médio de 11.69 °C, mais 1.73 °C do que o normal registado no período 1971-2000.

O mês de Dezembro de 2021 teve valores diários de temperatura máxima e mínima do ar quase sempre superiores ao valor médio mensal, em particular a temperatura máxima, segundo o IPMA, que destaca o último dia do ano, com valores que ultrapassaram ou igualaram os anteriores máximos de Dezembro em cerca de 10% das estações do Continente.

O IPMA realça o valor registado na Zambujeira, de 26.4 °C, “um novo máximo para esta estação” e que representa “um novo extremo para o mês de Dezembro em Portugal continental desde 1941”.

O valor médio da quantidade de precipitação em Dezembro (93.4 mm) foi inferior ao valor normal 1971-2000, correspondendo a 65%.

Durante o mês de Dezembro, o IPMA sublinha o dia 20, “com precipitação por vezes forte e acompanhada de trovoada nas regiões do Barlavento Algarvio, Baixo Alentejo e a região de Setúbal e Vale do Sado”, e o período entre os dias 23 e 26, “com precipitação moderada e persistente nas regiões do Norte e Centro”.

No final do mês de Dezembro 94% do território estava em situação de seca meteorológica, segundo o IPMA, que aponta para uma “ligeira diminuição” da percentagem do território na classe de seca severa e um aumento na classe de seca moderada.

O relatório do IPMA indica que no final de Dezembro se manteve a situação de seca meteorológica em quase todo o território, verificando-se uma ligeira diminuição da percentagem do território na classe de seca severa e um aumento na classe de seca moderada.

De acordo com o índice meteorológico de seca, mais de metade (57,7%) do território estava em seca fraca, 27.3% em seca moderada e 8.7% em seca severa (12,6% em Novembro).

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Médico detido por abuso sexual de menores

Um homem de 27 anos foi detido esta manhã no Bairro de…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.