A Associação de Moradores do Centro Histórico de Santarém organizou em conjunto com a Escola Superior Agrária de Santarém, na sexta-feira, dia 25 de Junho, uma prova de vinhos a que deram o ilustrativo título de “Enologia para Leigos”. A prova foi dirigida aos associados dos Moradores do Centro Histórico e teve lugar nos claustros da Escola Profissional do Vale do Tejo.

No arranque da sessão Francisco Pombas, presidente dos Moradores do Centro Histórico, deu conta da satisfação por se ter podido contar com o apoio ao serviço e cedência do espaço da Escola Profissional do Vale do Tejo, realçando ser um bom exemplo de localização de uma instituição de ensino no Centro Histórico, bem como da disponibilidade dos dois professores da ESAS, Helena Mira, que conduziu a sessão, e de Igor Dias, que a auxiliou.

Mais tarde, o mesmo interlocutor, elogiou a disponibilidade dos professores em saírem do espaço da escola e de terem ido para a cidade, ao encontro dos moradores, desafiando a que mais iniciativas tenham lugar onde esse encontro da Escola com a sociedade possa acontecer.

O momento foi também uma oportunidade para conhecer os vinhos que são produzidos na Escola Superior Agrária de Santarém, Quinta do Quinto, nas suas diferentes variedades (branco, tinto e rosé), que “casaram” muito bem com os “Queijinhos da Quinta”, assim como uma novidade que não é muito comum no Ribatejo, o “Vinho da Talha”, com esse nome precisamente porque é produzido em talha, processo comum e certificado no Alentejo, mas pouco usual no Ribatejo.
Helena Mira explicou que o Vinho da Talha foi “uma experiência que resultou bem”, acrescentando logo depois, “dá imenso trabalho, mas resultou muito bem”. E, a julgar pelos comentários na sessão, o julgamento da professora encontrou correspondência na avaliação dos participantes.

PUBLICIDADE

A condução da sessão foi da responsabilidade da professora Helena Mira, Doutorada em Engenharia Agro-Industrial, presidente do Departamento de Tecnologia Alimentar, Biotecnologia e Nutrição e Coordenadora do TeSP em Viticultura e Enologia.
A ESAS tem cerca de 10ha de vinha, que resultam apenas em 18 mil litros de vinho tinto e de 10 mil litros de vinho branco, porque a maioria das uvas são vendidas. Daí resultam os vinhos produzidos na Escola, com a marca “Quinta do Quinto”.

Os cursos da ESAS ligados à Enologia são o CTESP em viticultura e enologia e a licenciatura em Agronomia, que tem também cadeiras específicas para Enologia.

PUBLICIDADE
Leia também...

VÍDEO | Escola D. João II, em Santarém, recebe Sala do Futuro

Foi inaugurada esta quinta-feira, 26 de Setembro, na Escola D. João II,…

Câmara de Santarém paga transporte escolar para todos os alunos do concelho

A Câmara Municipal de Santarém vai pagar, no próximo ano lectivo, a…

Alunos e professores estreiam novas instalações da Escola do Sardoal

Os alunos e professores da Escola Básica e Secundária Drª Maria Judite…

Creche gratuita para todas as crianças de famílias até ao segundo escalão de rendimentos

A creche passa a ser gratuita para todas as crianças de famílias…