O Palácio Landal, em Santarém, recebe, a partir de segunda-feira e até 23 de março, a exposição de media/artes digitais “Água, Terra, Ar”, com trabalhos de André Sier, Boris Chimp 504 e Sonoscopia.

O espaço vai ser ocupado por três projetos, que remetem para o passado (água), presente (terra) e futuro (ar) de Santarém, “com peças que gerarão interação direta do público, tornando-o parte da instalação” e que integram fotografias sobre os reservatórios de água da cidade da autoria do escalabitano José Freitas, refere uma nota da Câmara.

Os projetos são assinados por André Sier (estúdios s373. net/x), que recorre a videojogos, instalações, pintura, escultura, música, matemáticas e computação para criar objetos e experiências de artes eletrónicas, Boris Chimp 504, um sistema interativo / reativo em tempo real entre o áudio e a imagem, entre o homem e a máquina, e sonoscopia, uma associação para a criação, produção e promoção de projetos artísticos e educacionais centrada nas áreas da música experimental, na pesquisa sonora e nos seus cruzamentos interdisciplinares com a literatura, dança, teatro e artes visuais, afirma a nota.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Leia também...

Hospital de Santarém – Uma homenagem sentida aos ‘homens e mulheres’ da Linha da Frente

Especial 130 anos do Jornal Correio do Ribatejo O mundo mudou há…

Salvador, Bebé do Ano em Santarém, recebe cheque-prenda do Correio do Ribatejo/Sonae

Salvador da Silva Carlota foi o primeiro bebé a nascer no dia…

João Manzarra apela à adopção de cães abandonados em Santarém

João Manzarra, conhecido apresentador de televisão, esteve esta sexta-feira, 15 de Novembro,…

Estatuto do Antigo Combatente assegura um “tardio, mas justo reconhecimento”

O parlamento aprovou, no passado dia 23, o Estatuto do Antigo Combatente,…