Falcões combatem praga de pombos no Centro Histórico de Santarém

Durante seis meses a empresa T Falcon vai percorrer as ruas do Centro Histórico de Santarém para combater a praga de pombos existentes no centro da cidade.

O serviço iniciou na passada segunda-feira, 27 de Julho, e pretende testar um novo método para combater este problema que afecta a cidade de Santarém há vários anos.

O método trazido pela empresa de falcoaria T Falcon consiste na libertação de aves de rapina, águias e falcões de Harris, que de uma forma natural conseguem afastar os pombos. A medida está enquadrada pela actividade de falcoaria numa arte milenar, reconhecida como Património Cultural Imaterial da UNESCO no ano de 2010.

PUBLICIDADE

Será também utilizada uma viatura caracterizada da T Falcon, que servirá toda a comunidade, no que respeita ao afastamento desta praga urbana e para isso existe um número de contacto telemóvel associado e serão ainda distribuídos flyers informativos.

O objectivo segundo Ricardo Gonçalves Rato, vereador do Espaço Público, é evitar “a proliferação de pombos que acarretam riscos para a saúde pública, ambiente e património”.

Estes animais aumentam o risco de transmissão de doenças e de parasitas, devido à sujidade provocada pelos dejectos e penas nos espaços públicos, bem como nas habitações.

Ainda segundo Ricardo Gonçalves Rato, o município quer “corresponder aos pedidos que chegam aos nossos serviços relacionados com a conspurcação do espaço público, quer pelos restos de alimento que ficam na via pública, quer pelos dejectos destes animais, que danificam também o edificado”.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS