Festival Celestino Graça na Gala CIOFF em Lisboa

A Associação CIOFF Portugal, em parceria com a Fundação Inatel e a Federação do Folclore Português, levou a efeito no sábado, 11 de Maio, a primeira edição da Gala CIOFF Portugal, a qual decorreu na Aula Magna da Reitoria da Universidade de Lisboa.

Neste espectáculo, de acesso livre, actuaram grupos de folclore em representação dos Festivais Folk Monção, Festarte (Leça da Palmeira – Matosinhos), Folk Cinfães – Art’s e Danças do Mundo, Festival de Folclore Internacional do Alto Minho (Viana do Castelo), Folk Cantanhede, Festival Celestino Graça – A Festa das Artes e das Tradições Populares do Mundo (Santarém), Festival Internacional de Folclore do Rio (Barcelinhos), Festimaiorca (Maiorca – Figueira da Foz) e FolkFaro – Folclore Internacional Cidade de Faro. Apenas não estiveram presentes, por razões perfeitamente ponderosas, as representações do Folk Azores (Angra do Heroísmo) e Danças do Mundo, de Santa Maria da Feira.

Cada Festival dispôs de doze minutos de apresentação, divididos em três momentos: a apresentação de um vídeo promocional do evento, uma entrevista a um representante do Município onde está sediado o Festival, e a actuação do grupo folclórico organizador do Festival, ou de algum grupo por si designado.

Assim aconteceu com os Festivais de Monção (Rancho Folclórico de Barbeita), Viana do Castelo (conjunto de pares dos diversos grupos que integram a Comissão Executiva do Festival), Cantanhede (“Cancioneiro” de Cantanhede), Cinfães Grupo Folclórico de Cantas e Cramóis, de Cinfães), Faro (Grupo Folclórico de Faro), Leça da Palmeira (Rancho Típico da Amorosa), Maiorca – Figueira da Foz (Rancho Folclórico da Casa do Povo de Maiorca), Barcelos (Rancho Folclórico de Barcelinhos) e Santarém (Grupo Académico de Danças Ribatejanas).

Apenas os autarcas de Santarém e de Leça da Palmeira não estiveram presentes, pelo que os respectivos Festivais só dispuseram de oito minutos de apresentação, devendo enaltecer-se o empenho e a disponibilidade de autarcas que tiveram de efectuar largas centenas de quilómetros para ali estarem a apoiar os respectivos festivais, com destaque para os Municípios de Monção, de Viana do Castelo, de Cinfães e de Faro.

Nesta primeira Gala CIOFF Portugal houve também lugar à participação do CIOFF Jovem, que apresentou um vídeo sobre a sua estrutura organizativa e apresentou uma interessante coreografia sobre um tema do reportório de Mariza, tendo representado o Festival Celestino Graça os jovens Francisco Reis e Ana Teresa Guedes.

O Grupo Académico de Danças Ribatejanas, da cidade de Santarém, esteve uma vez mais em plano de evidência tendo apresentado três danças do seu apreciado reportório e o vídeo promocional do Festival Celestino Graça – disponível nas redes sociais – da autoria de João Marques (MDesigner), mereceu os mais rasgados elogios de muitos dos participantes pela sua concepção e pela vivacidade com que promoveu a imagem do evento, que voltará a escancarar as suas portas de 3 a 8 do próximo mês de Setembro, estando já seguras as participações de Grupos da Argentina, do Brasil, da Colômbia, da Croácia e da Sérvia, para além de alguns dos mais categorizados grupos folclóricos portugueses.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS