Gala do Correio do Ribatejo presta homenagem a seis personalidades e uma instituição

O Jornal Correio do Ribatejo celebrou, na terça-feira, dia 9 de Abril, o seu o 128.º aniversário, depois de um ano com novos projectos e mais iniciativas a pensar no futuro.

‘128 anos, 128 páginas’ é a frase que deu o mote à celebração de mais um aniversário do “Jornal de Todos e para Todos os Ribatejanos”, que está em banca e na casa dos assinantes – com mais páginas (uma por cada ano), convocando a sua história, que se cruza com a da região, ao mesmo tempo que projecta o futuro.

O ‘jornal de Santarém’ traz agarrado a si um património histórico e das suas gentes que nenhum outro tem condições de reivindicar. Nesse sentido, este ano, e pela segunda vez, a administração do jornal decidiu distinguir publicamente seis personalidades que se têm destacado na região: Pedro Canavarro, Jorge Justino, Miguel Castanho, Cândido de Azevedo, Rui Rosa, Rodrigo Castelo; e uma instituição, o Veto – Teatro Oficina.

“Pretendemos, com estas homenagens a personalidades ilustres, associar todos os Ribatejanos, mostrando-lhes a nossa gratidão e reconhecimento”, refere o director do Correio do Ribatejo, João Paulo Narciso.

“A história deste Jornal é indissociável da História da Região e do País. Mas os laços que unem o Correio do Ribatejo à comunidade não são puramente históricos e sentimentais. Existe uma ligação mais forte, que vai para além destes aspectos: une pessoas e lugares e ajuda a formar identidade”, acrescentou.

O Teatro Sá da Bandeira, em Santarém, recebeu, assim, na passada terça-feira, dia 9 de Abril, pelas 21h00, a Gala Anual do Correio do Ribatejo onde foram feitas estas homenagens de reconhecimento público.

A cerimónia pretendeu também fazer a síntese do percurso que esta publicação tem realizado ao longo dos seus 128 anos de edições ininterruptas, afirmando-se como “O Jornal de todos e para todos os Ribatejanos”.

PUBLICIDADE

W3Schools

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS