O Comando Territorial de Santarém, através do Posto Territorial de Marinhais, no dia 17 de Julho, constituiu arguida uma mulher de 31 anos pelo crime de contrafacção e apreendeu 200 artigos contrafeitos, no concelho de Salvaterra de Magos.

“No seguimento de uma acção de patrulhamento ao mercado mensal da freguesia de Marinhais, os militares da Guarda verificaram uma banca de venda com vários artigos expostos de marcas conhecidas, com sinais de contrafacção e imitação”, refere uma nota daquela força policial enviada ao Correio do Ribatejo.

Ao aperceber-se da presença dos militares, a proprietária “revelou um comportamento nervoso e suspeito” e, no decurso das diligências, os militares da Guarda efectuaram uma busca ao veículo, resultando na apreensão de 200 artigos contrafeitos, sem qualquer documento comprovativo da sua aquisição.

A suspeita, com antecedentes pelo mesmo tipo de crime, foi constituída arguida e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Benavente.

A Guarda Nacional Republicana relembra, na mesma nota, que o objectivo principal deste tipo de acções é “garantir o cumprimento dos direitos de propriedade industrial, visando essencialmente o combate à contrafacção, ao uso ilegal de marca e à venda de artigos contrafeitos”.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…