GNR intensifica patrulhamento nas explorações agrícolas

A Guarda Nacional Republicana (GNR) vai aumentar o patrulhamento nas explorações agrícolas em todo o país, entre 15 de Novembro e 31 de Janeiro, para prevenir a criminalidade, acidentes com tractores e tráfico de seres humanos.

Em comunicado, a GNR indica que durante a operação ‘Campo Seguro’, os agentes vão providenciar às comunidades rurais, principalmente aos agricultores, acções de sensibilização e informação de modo a adoptarem medidas de prevenção e protecção contra furtos, “especialmente de produtos agrícolas, como a castanha e a azeitona, mas também de cobre e outros metais não preciosos”.

Segundo esta força policial, devido ao número de acidentes com vítimas mortais que envolvem veículos agrícolas, os militares vão também tentar consciencializar os condutores dos tractores e das máquinas agrícolas das regras de segurança que devem adoptar quando estão a utilizar os veículos, “dando primazia ao contacto pessoal”.

A GNR vai ainda desenvolver acções de policiamento de proximidade e de fiscalização para garantir a segurança das várias campanhas agrícolas que irão decorrer, disponibilizando militares de “diferentes valências policiais, nomeadamente, dos Comandos Territoriais, do Serviço de Proteção da Natureza e Ambiente, da Investigação Criminal e da Unidade de Ação Fiscal, existindo ainda um reforço do patrulhamento a cavalo”.

No comunicado é referido que para combater a criminalidade transfronteiriça, as acções de fiscalização vão ser feitas em conjunto com a Guardia Civil de Espanha.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS