GNR recuperou arte sacra furtada de capela em Tomar

Militares do Núcleo de Investigação Criminal de Tomar da GNR recuperaram, terça-feira, 14 de Julho, objectos furtados no dia 4 da Capela da Carregueira, no concelho de Tomar, e constituíram arguido o homem que confessou a autoria do furto.

Em comunicado, o Comando Territorial de Santarém da GNR afirma que foram recuperados um crucifixo, um cofre, o sacrário e os objectos que se encontravam no seu interior, já devolvidos ao pároco, tendo o alerta de furto sido dado no dia 04 de Julho por populares ao verificarem que a porta da capela apresentava sinais de arrombamento.

Confrontado com os factos, o suspeito, de 44 anos, confessou a autoria do furto, tendo a GNR realizado uma busca domiciliária à sua residência, acabando por extrair o cofre de um poço, acrescenta a nota.

PUBLICIDADE

O suspeito foi constituído arguido e os factos remetidos para o Tribunal Judicial de Tomar.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS