Foi inaugurada no passado sábado, 4 de Dezembro, na cidade de Samora Correia, a estátua de homenagem à cavaleira Maria Mil Homens, natural daquela cidade ribatejana.

Maria d´Oliveira Chaparro, conhecida como Maria Mil Homens, nasceu em Samora Correia, em 3 de Dezembro de 1928. Desde tenra idade que “a menina de cabelo negro e de olhos curiosos demonstrava um gosto particular pelo campo, pela liberdade proporcionada pelo ar livre e adorava acompanhar o seu avô”, João Francisco Mil Homens, nas actividades com os cavalos e com o gado numa fazenda da Companhia das Lezírias, onde o avô era arrendatário.

Maria Mil Homens seria uma “Maria rapaz” como, naquela época, vulgarmente se apelidavam as meninas que não seguiam os expectáveis comportamentos padrão para o sexo feminino. E assim era feliz, deixando uma palavra na tauromaquia portuguesa, sendo a primeira cavaleira portuguesa a actuar formalmente.

Depois de inaugurada uma exposição no Palácio do Infantado “Maria Mil Homens – do Sonho à Lenda”, foi agora erigido um monumento de homenagem à cavaleira, que está situado nas imediações da Avenida “O Século”.

Leia também...

A herdade no Alviela e o pergaminho que ia para o lixo

Pergaminho do século XII salvo do lixo em Vale de Figueira.

Lenda da Sopa da Pedra chega às crianças de todo o mundo através da Expo 2020 Dubai

A lenda da Sopa da Pedra, prato típico de Almeirim, foi incluída…

Associação ‘Praça Maior’ fecha gestão da Praça de Touros ‘Celestino Graça’ com sentido de missão cumprida

A Associação “Praça Maior”, responsável pela organização das corridas de toiros na…

Gilberto Gil dá concerto com Adriana Calcanhotto em Santarém

A 7 de Novembro.