Concerto para Surdos assinala comemorações do Dia Internacional dos Museus na Igreja da Graça

No âmbito das Comemorações do Dia Internacional dos Museus, a Câmara Municipal de Santarém (CMS) em parceria com a Direcção Geral do Património Cultural e o Coro do Circulo Cultural Scalabitano (CCS), organizaram este sábado, dia 19, pela 21h30 a terceira edição do “Concerto para Surdos”, na Igreja de Santa Maria da Graça, em Santarém.

Inês Barroso, Vice-Presidente da CMS, Carlos Marçal, Presidente da União de Freguesias da Cidade de Santarém, Luísa Cotrim, Coordenadora do Serviço Municipal de Biblioteca e Património Cultural da CMS e Maria João Santos, Directora Técnica da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão com Deficiência Mental (APPACDM) de Santarém, e Dias Inácio, do Comando de Santarém da Guarda Nacional Republicana (GNR) marcaram presença nesta celebração que pretende chamar à atenção para a realidade diária das pessoas com surdez.

António Matias, Maestro do Coro do CCS, afirmou que “a música é tão preciosa ao ser humano que usa múltiplas formas de se fazer ouvir. É com base nesta premissa que o Coro do Círculo Cultural Scalabitano realiza um concerto a pensar em todos aqueles que ouvem os sons de forma diferente”. O Maestro considera que é preciso “sensibilizar a comunidade para a importância de uma sociedade mais igualitária, onde todos devem ser respeitados na sua diferença e, por outro, explorar a sua própria capacidade de transmissão musical perante um público não habituado a concertos”.

Através da utilização de balões de grandes dimensões, disponibilizados pelo Coro para o efeito, foi possível, quer para os surdos, quer para o público em geral, sentirem as vibrações dos temas que foram apresentados através do tacto.

Por se tratar de um Concerto para Surdos, o evento contou com a tradução em simultâneo da letra das canções, para linguagem gestual, pelas interpretes Ana Sofia Brízida e Joana Correia, licenciadas há pouco mais de um ano em “Tradução e Interpretação em Língua Gestual Portuguesa”. Ambas vieram do Porto para apresentarem a versão gestual das interpretações do Coro do Circulo Cultural Scalabitano. Um trabalho que demorou cerca de uma semana a preparar, dada a complexidade de traduzir três línguas: portuguesa, inglesa e latina, para a linguagem gestual portuguesa.

De referir que para além do Concerto, a Noite dos Museus, mais foi assinalada ainda com uma Visita guiada à Torre das Cabaças e apreciação de vista nocturna sobre a cidade.

info, , , ,

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS