Inês Henriques inspira seleção de futsal feminino rumo ao primeiro Europeu

Inês Henriques, campeã da Europa e do mundo dos 50 quilómetros marcha, visitou hoje a selecção feminina de futsal que prepara, em Rio Maior, a qualificação para primeiro Europeu.

A marchadora partilhou experiências, deixou uma mensagem de confiança e, em registo de descontracção, ensinou as internacionais portuguesas a praticar a disciplina com a qual fez história.

PUBLICIDADE

“Fui a primeira recordista do mundo, campeã da Europa e do mundo. A principal vitoria foi nós, mulheres, estarmos no Mundial. Com muita pressão. Só soubemos três semanas antes. Vocês também estão a fazer história, pois será o primeiro campeonato da Europa”, disse Inês Henriques.

Inês Henriques inspira seleção de futsal feminino rumo ao primeiro Europeu

Inês Henriques, campeã da Europa e do mundo dos 50 quilómetros marcha, visitou hoje a selecção feminina de futsal que prepara, em Rio Maior, a qualificação para primeiro Europeu. A marchadora partilhou experiências, deixou uma mensagem de confiança e, em registo de descontracção, ensinou as internacionais portuguesas a praticar a disciplina com a qual fez história.“Fui a primeira recordista do mundo, campeã da Europa e do mundo. A principal vitoria foi nós, mulheres, estarmos no Mundial. Com muita pressão. Só soubemos três semanas antes. Vocês também estão a fazer história, pois será o primeiro campeonato da Europa”, disse Inês Henriques. Portugal vai defrontar República Checa, em 12 de Setembro, Finlândia, no dia seguinte, e Sérvia, no dia 15, em Oliveira de Azeméis, para o Grupo 4 de qualificação.“Fazia o meu trabalho para amanhã ser melhor. Este é sempre o meu pensamento. Quando dizem que não consigo, pergunto-me ‘porque não?’. Se os homens conseguem e eu treino basicamente com eles e muitas vezes até os ‘pico’. Quando fui campeã do Mundo foi a primeira prova em que me senti satisfeita”, revelou.Apenas o vencedor de cada um dos quatro grupos segue para a fase final do primeiro campeonato da Europa feminino, que vai decorrer em Fevereiro de 2019 e será organizado por um dos apurados

Gepostet von Correio do Ribatejo am Dienstag, 28. August 2018

Portugal vai defrontar República Checa, em 12 de Setembro, Finlândia, no dia seguinte, e Sérvia, no dia 15, em Oliveira de Azeméis, para o Grupo 4 de qualificação.

 

“Fazia o meu trabalho para amanhã ser melhor. Este é sempre o meu pensamento. Quando dizem que não consigo, pergunto-me ‘porque não?’. Se os homens conseguem e eu treino basicamente com eles e muitas vezes até os ‘pico’. Quando fui campeã do Mundo foi a primeira prova em que me senti satisfeita”, revelou.

Apenas o vencedor de cada um dos quatro grupos segue para a fase final do primeiro campeonato da Europa feminino, que vai decorrer em Fevereiro de 2019 e será organizado por um dos apurados.

PUBLICIDADE
info,

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS