O Mação Futebol Clube sagrou-se no passado sábado (dia 6) campeão distrital de futsal, ao vencer o Benavente na derradeira partida do campeonato por pouco habituais 60-0!

Na entrada para a última jornada, o Mação dividia o primeiro lugar com o Vitória de Santarém, mas para ser campeão, caso o Vitória vencesse a sua partida frente ao Ribeira Fárrio, o que acabaria por acontecer (7-5), o Mação precisava de anular uma desvantagem de 33 golos que tinha para a equipa scalabitana.

Ao golear o Benavente, que se apresentou na quadra com apenas três jogadores (guarda-redes incluído), o Mação passou a beneficiar da maior diferença entre golos marcados e sofridos para chegar ao título.

Refira-se que o Benavente Futsal Clube sofreu nesse jogo quase tantos golos como nos restantes do campeonato (68).

Vitória emite comunicado

24 horas depois do sucedido, o Vitória Clube de Santarém emitiu um comunicado no qual elogia a “grandeza de espírito, carácter, brio pela instituição que representa, respeito pelos valores do desporto” do seu adversário directo – o GD Ribeira Fárrio – “que já sem ambições classificativas, soube honrar os seus pergaminhos e dignificar a prova, lutando pela vitória até final” e comenta os acontecimentos de Mação onde, considera, emergiu “a outra face do desporto”: “De um lado, uma equipa composta apenas por um guarda-redes e dois atletas de campo, que, após cada golo sofrido, se apressavam até ao círculo central para reatar o jogo. Do outro, uma equipa a apresentar-se sempre com cinco elementos, ávida de colocar a bola sucessivamente dentro da baliza adversária. Um resultado de 60-0”, pode ler-se no comunicado do Vitória.

O clube pede para que “possa ser reposta a verdade desportiva” caso contrário, admite o clube scalabitano, “nunca teremos forma de responder às nossas crianças que ontem, confundidas, em lágrimas, perguntavam aos seus pais: “Porque é que os nossos seniores não foram campeões?””.

Nas redes sociais o clube contou com dezenas de mensagens de apoio, nomeadamente do presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves: “O Desporto é Fair Play, não é ganhar a qualquer custo. Quem pensa assim, não terá futuro no desporto e nenhuma outra qualquer actividade. Que a Federação Portuguesa de Futebol e a Associação de Futebol de Santarém reponham a verdade desportiva. Todos os Vitorianos e a cidade de Santarém estão unidos, e de cabeça erguida, porque os nossos valores, educação e princípios são os da verdade desportiva e do Fair Play”, afirmou.

Num vídeo que também corre nas redes sociais é evidente a pressa com que os jogadores do Benavente Futsal Clube faziam a reposição de bola, com apenas três jogadores, após sofrerem os golos, já que no Campeonato Distrital o tempo de jogo não é cronometrado. Cada parte tem 35 minutos, sem paragem da contagem, acrescidos de tempo suplementar determinado pelas duplas de arbitragem.

AF Santarém diz-se “envergonhada”

Também no domingo, ao final da tarde, a Associação de Futebol de Santarém reagiu aos acontecimentos da véspera.

Em comunicado, a AF Santarém diz-se “envergonhada” com a situação referindo que “o dia 6 de Maio é um dia muito triste para o futsal distrital e para o desporto regional”.

“A Direcção da Associação de Futebol de Santarém sente-se envergonhada pelo que se passou na primeira divisão distrital de futsal, em seniores masculinos.

Nos quase 100 anos de história da Associação Futebol de Santarém não há memória de um episódio tão grave.

Esta Direcção está a recolher toda a informação para remeter o assunto para os órgãos disciplinares competentes, mas não podemos permitir que o caso passe em claro.

Exigimos responsabilidade aos agentes envolvidos.

Não podem existir razões que levem o Benavente Futsal Clube a entrar com apenas três atletas, sendo dois da formação e com o comportamento tão passivo, como o testemunhado por toda a gente presente no pavilhão.

Não admitimos nem aceitamos que dirigentes e treinador tenham exposto jovens atletas, a tão grande humilhação. Isto não é desporto!”, pode ler-se no comunicado da AF Santarém.

A mesma Associação admite mesmo que o campeonato “está manchado” e que “os danos são irreparáveis”, revelando o seu inconformismo face ao ocorrido e pretendendo “que se retirem todas as consequências de um caso que nega os valores do desporto”, conclui o comunicado da AF Santarém.

Benavente já reagiu

Já esta manhã, o Benavente Futsal Clube (BFCA) reagiu aos acontecimentos de domingo na página do Facebook do clube, num “esclarecimento” dirigido “à população”: “Na terça-feira, 2 de Maio, foi comunicado pela AFS a alteração ao horário do jogo. O BFCA neste dia mesmo respondeu que por motivos de falta de jogadores teria dificuldade em comparecer ao mesmo.

Ainda na sequência deste tema o BFCA questionou a AFS quais as implicações de uma falta de comparência, a AFS respondeu apresentando os vários valores de multas que constam no artigo 49.

No dia 5 de Maio, pelas 11h00, o BFCA enviou um email para a AFS comunicando que tinha apenas 3 jogadores disponíveis para o jogo de dia 6 de Maio. O BFCA nunca obteve resposta a este email.

O BFCA apresentou-se ao jogo com os 3 jogadores como tinha sido comunicado  à AFS, sendo que no decorrer do jogo o treinador se dirigiu à equipa de arbitragem solicitando que a outra equipa jogasse apenas com 3 jogadores. Tal facto foi negado pela equipa de arbitragem alegando que não tinham poder para o fazer ficando essa decisão ao critério da equipa adversária.

Fomos informados pela AFS que irá decorrer um inquérito acerca do resultado do jogo. Logo, durante este processo o BFCA não deverá prestar mais esclarecimentos acerca do facto da falta de jogadores do plantel e aos motivos da sua ausência.

Muita coisa tem sido dita nas redes sociais e na comunicação social, mas nem tudo corresponde a verdade.

Muito obrigado aos 3 atletas que compareceram ao jogo e que passaram por esta difícil situação que foi presenciada no pavilhão pelo vice-presidente da AFS , o sr. Jorge Heleno que assistiu a parte do jogo e que deixou que este decorresse normalmente.

Resta pedir desculpa à população de Benavente pelo facto do bom nome desta terra estar a ser associado a toda esta situação”, refere a nota do BFCA que aqui publicamos na íntegra.

Quanto ao Mação Futebol Clube, o último post do clube nas redes sociais, ainda antes da partida decisiva, apela ao apoio dos sócios do clube para continuar a lutar pelo título até final: “Jornada final, jornada de grandes decisões. Vamos ficar a saber este sábado quem é o campeão. Temos mais um jogo difícil contra a boa equipa do Benavente contra quem já jogámos três vezes esta época. Vamos dar tudo por vocês que todos os jogos nos estão a apoiar de forma inacreditável para nos ajudarem a conquistar este tão ambicionado título distrital. (…) É o último jogo do campeonato e qualquer que seja o desfecho é um sentimento de orgulho incrível porque honramos este símbolo esta vila durante todo este tempo. Não dependemos de nós, mas persistência é o caminho do êxito e nós estamos a ser persistentes tal e qual como vocês”.

O Campeonato de Futsal de Seniores Masculinos está assim envolto em polémica, e promete fazer correr muita tinta, com o Mação a ‘roubar’ o título ao Vitória na última jornada da competição, com 60 golos marcados ao Benavente.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Médico detido por abuso sexual de menores

Um homem de 27 anos foi detido esta manhã no Bairro de…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.