A Casa do Campino foi o local escolhido, este domingo, 17 de Janeiro, para os mais de 1450 eleitores que decidiram votar antecipadamente nas eleições que vão eleger o próximo Presidente da República de Portugal.

A Casa do Campino tinha à disposição três mesas de voto e pelo que o Correio do Ribatejo apurou, o tempo de espera para votar rondou entre os 15 e os 30 minutos.

Pela hora de almoço, as filas de espera para votar chegaram mesmo a ultrapassar o estabelecimento de restauração ali próximo, mas tudo se deveu ao distanciamento social necessário nesta altura de pandemia.

PUBLICIDADE

Os eleitores cumpriram as recomendações de distanciamento, uso de máscara, higienização, bem como o uso de caneta pessoal.

Depois da experiência de 2019, nas europeias e legislativas, o voto antecipado em mobilidade alargou-se, das capitais do distrito para as sedes dos concelhos, e o objectivo é simples: evitar grandes concentrações de pessoas devido à epidemia de covid-19 no país. Quem estiver inscrito para o voto antecipado de hoje e não o fizer, pode fazê-lo no próximo domingo.

As eleições presidenciais, que se realizam em plena epidemia de covid-19 em Portugal, estão marcadas para 24 de Janeiro e esta é a 10.ª vez que os portugueses são chamados a escolher o Presidente da República em democracia, desde 1976.

A campanha eleitoral termina em 22 de Janeiro. Concorrem às eleições sete candidatos, Marisa Matias (apoiada pelo Bloco de Esquerda), Marcelo Rebelo de Sousa (PSD e CDS/PP) Tiago Mayan Gonçalves (Iniciativa Liberal), André Ventura (Chega), Vitorino Silva, mais conhecido por Tino de Rans, João Ferreira (PCP e PEV) e a militante do PS Ana Gomes (PAN e Livre).

PUBLICIDADE
Leia também...

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…

Condutor não respeita ordem de paragem e foge durante 25 km à GNR

Um homem de 31 anos foi detido e aguarda julgamento em prisão…

GNR detém dono de café por violação do confinamento

A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve, no sábado, o dono de um…