Marinhave em Benavente encerrada provisoriamente após 2 casos confirmados

A empresa de produção de patos Marinhave, em Benavente, encerrou esta sexta-feira, 27 de Março, provisoriamente depois de confirmada a infecção pela covid-19 em dois trabalhadores.

Em comunicado, a Proteção Civil de Benavente afirma que a decisão foi tomada numa reunião que juntou a delegada de saúde e os presidentes da Câmara e das três Juntas de Freguesia do concelho, e que terminou às 04h00 de hoje, depois da confirmação dos dois novos casos.

O encerramento provisório da empresa, situada em Santo Estêvão, foi decidido por não ter sido possível concluir na quinta-feira a investigação dos casos próximos dos dois trabalhadores, trabalho que prossegue hoje de manhã, refere a nota.

PUBLICIDADE

Nova reunião ficou marcada para as 15:00, para serem decididas “medidas definitivas de controlo da disseminação da infecção na empresa e na comunidade”, acrescenta.

Benavente tem oito casos confirmados da covid-19, um deles em isolamento fora do concelho, outro em internamento hospitalar e os restantes em internamento domiciliário, e 52 pessoas em vigilância activa, nove das quais já identificadas como tendo tido contacto com os trabalhadores da Marinhave.

Na segunda-feira, a empresa de plásticos e papel Silvex, também situada em Benavente, suspendeu a laboração para descontaminação, depois de no sábado ter sido confirmado um caso da covid-19 entre os trabalhadores, tendo os 18 funcionários que trabalhavam no mesmo pavilhão sido colocados de quarentena. A empresa reabriu na terça-feira.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 2 de Março, encontra-se em estado de emergência desde as 00h00 de 19 de Março e até às 23h59 de 2 de Abril.

O mais recente balanço aponta para 60 mortos no país e 3.544 casos confirmados, 191 dos quais internados (61 em unidades de cuidados intensivos), tendo 43 já recuperado.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS