Ana Abrunhosa, Ministra da Coesão Territorial, lançou a primeira pedra do novo Parque Empresarial do Entroncamento, no dia 23 de Dezembro, e acompanhada de Jorge Faria, presidente da Câmara Municipal, visitou outras obras em curso no concelho.

Na visita às obras de requalificação em curso no concelho do Entroncamento, a Ministra, pode visualizar parte dos projectos de requalificação da ARU 1 e ARU 3 – Bairros Ferroviários, Bairros Sociais, Jardins e Zona Industrial desactivada. Projectos financiados por fundos comunitários que representam um investimento de mais de 1.7 milhões de euros.

O momento alto da visita da governante decorreu já no novo Parque Empresarial do Entroncamento, onde foi lançada a primeira pedra, por Ana Abrunhosa e Jorge Faria, Ministra da Coesão Social e Presidente da Câmara Municipal, respectivamente.

PUBLICIDADE

O Parque Empresarial será um espaço estruturado que possibilitará a fixação de empresas, cuja actividade económica contribua para a melhoria de uma estratégia de desenvolvimento local e regional, promovendo a atractividade económica no concelho, a concretizar uma visão para um município mais moderno, mais inteligente e mais desenvolvido, com foco na criação de valor e emprego.

Localizado no Casal Vidigal, freguesia de Nossa Senhora de Fátima, tem cerca de 20 hectares (150 mil metros quadrados de área útil), é composto por 14 lotes e representa um investimento de 1.663.000,00 €. O espaço permitirá a fixação de mais empresas, atraindo investimento para o concelho, prevendo-se a criação de 400 novos postos de trabalho. Neste momento, prevendo-se a sua conclusão para julho de 2021, 1/3 da área total do Parque Empresarial já se encontra concessionado.

A Ministra da Coesão Territorial referiu “a importância da estratégia definida pelo Município do Entroncamento em valorizar o seu património, com aposta na sua reabilitação urbana”, acrescentou ainda que “é notório o trabalho desenvolvido pelo município na captação de financiamento comunitário, muitas vezes mais do que municípios de maior dimensão e sobretudo a capacidade de executar esses investimentos.”

Jorge Faria, presidente da Câmara Municipal agradeceu à ministra Ana Abrunhosa, a sua presença e a disponibilidade demonstrada por aquele ministério, salientando que “o Entroncamento beneficia de excelentes acessos rodoviários e ferroviários a todo o território nacional e internacional e de uma centralidade única no país, a par dessa centralidade, este executivo tem procurado criar as melhores condições para a fixação de empresas no Entroncamento, de forma atrair investimento, não só para este concelho mas para a região do Médio Tejo.”

Relativamente à requalificação do espaço público foi possível verificar o decorrer das obras na Rua Eng. Ferreira de Mesquita, zona de forte património arquitectónico e de relevância histórica e o qual o município está fortemente empenhado em revitalizar, assim como a Travessa do Cais, a Rua 1º de Maio e Praça das Tílias, que vai ganhar espaços verdes, equipados com mobiliário urbano e que permitirá aos munícipes usufruir de um novo espaço público.

Outro ponto desta importante visita foram as obras de requalificação do Bairro de Camões. Uma requalificação tem por objectivo a remodelação integral do Bairro Camões, abrangendo a remodelação de infra-estruturas, arruamentos, passeios e acessibilidades e que decorre em paralelo com a reabilitação das 32 habitações, a ser feita por investidores privados.

PUBLICIDADE
Leia também...

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…

Loja da Cavalinho assaltada no Centro Histórico de Santarém

A loja do Cavalinho foi alvo de um assalto na madrugada desta…

Colisão entre motociclo e ligeiro de passageiros provoca um ferido grave na EN 118

Um ferido grave é o resultado de uma colisão entre um motociclo…