Mizuki Watanabe, jovem pianista e escritora prodígio japonesa, actuou em Santarém

A Casa Museu Passos Canavarro em Santarém recebeu, na tarde do passado sábado, dia 13 de Outubro, um workshop para alunos dos agrupamentos de escolas da cidade, com a pianista e escritora japonesa Mizuki Watanabe, de apenas 13 anos de idade.

Num projecto da ‘Japan Foundation’, que decorreu na Finlândia e em Portugal, a promissora pianista japonesa veio a Santarém interpretar alguns dos seus poemas e composições ao piano, elaboradas para si, com base nos seus textos.

Pedro Canavarro, presidente e fundador da Fundação Passos Canavarro, apresentou Mizuki Watanabe, agradecendo a presença de todos, em especial de Jun Niimi, embaixador do Japão em Portugal, deixando um desejo que há muito o acompanha, de que Santarém possa criar uma geminação com uma cidade Japonesa.

Mizuki interpretou ao piano e declamou poesia, sendo muito aplaudida e apreciada pelos presentes. Tratando-se de um workshop, alguns alunos portugueses também declamaram poemas por eles criados para a ocasião.

Mizuki Watanabe, como explicou, começou por escrever histórias, tendo sido inspirada pelo seu professor Genjiro Ito, também presente na sessão, a escrever poemas, começando assim a escrever com mais regularidade, tendo a música surgido em consequência disso, apesar de não se lembrar bem com começou, pois na altura tinha apenas quatro anos.

Aprendeu sozinha a criar os seus poemas, em casa. A música aprende numa escola que frequenta para esse efeito, paralelamente aos normais estudos, como também explicou.

Sobre Portugal, Mizuki, pelo que viu, achou muito bonito e com uma história interessante, levando como memória do nosso país a cidade de Santarém.

(notícia desenvolvida na edição impressa de 19 de Outubro)

info, , , , ,

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS