Morreu Carlos Lima, fundador do grupo de dadores de sangue da Portela das Padeiras

Carlos Lima, um dos fundadores do Grupo de Dadores de Sangue da Portela das Padeiras, morreu vítima de doença prolongada, no passado dia 9 de Setembro, em Santarém.

Carlos Lima, que festejou recentemente 70 anos de vida, foi presidente do grupo de dadores da Portela da Padeiras durante 22 anos.

A notícia da sua morte causou consternação entre os membros da associação que viam no ex-dirigente “um grande lutador” pela causa da dádiva de sangue e pelos dadores, “a quem tratava a todos com tanto carinho”.

PUBLICIDADE

Segundo o Grupo de Dadores de Sangue da Portela das Padeiras, a melhor homenagem que pode ser feita a Carlos Lima, é as pessoas comparecerem na recolha de sangue, este domingo, dia 13, das 9h00 às 13h00, na sede do grupo de dadores.

Para já ainda não é conhecida a data da realização das cerimónias fúnebres.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS

ADICIONAR COMENTÁRIOS

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *