Morto notificado para pagar portagens

Família recebeu nota de cobrança da Auto-Estradas do Atlântico, Concessões Rodoviárias de Portugal, S.A.

José Nobre ficou estupefacto quando, na semana passada, recebeu uma notificação da Auto-Estradas do Atlântico, Concessões Rodoviárias de Portugal, S.A. dirigida ao seu pai, falecido em 2016, para pagar 7,06 euros por passar nas portagens da A8, na zona do Bombarral.

Além do homem ter falecido há quatro anos, a matrícula que terá passado naquela via é de um quadriciclo ligeiro (VSCC – veículo sem carta de condução) e, como tal, não pode circular numa auto-estrada.

PUBLICIDADE

“Fiquei muito surpreendido quando recebi a carta. Garantidamente, ninguém passou naquela zona com aquele veículo, que está parado desde que o meu pai faleceu. É um erro. Não sei como isto aconteceu”, adiantou ao Correio do Ribatejo José Nobre.

Segundo a notificação, o pai de José teria passado nas portagens no dia 22 de Janeiro deste ano, às 13h10. O registo da entrada é em Bombarral e a saída é em Loures.

José Nobre já contactou, entretanto, a concessionária e chegou, inclusive, a convidar para que viessem ver o carro que, segundo garante, está parado há mais de quatro anos na garagem e já “nem rodas tem”.

“Fiz a reclamação. Fiquei mais descansado, porque disseram que iam tentar perceber o que se passou. Agora vou esperar por uma resposta”, referiu José, que espera não ter mais problemas do género no futuro.

“Só quero que fique tudo esclarecido. Em causa não está o valor, mas o sofrimento da família. Isto é gozar com os falecidos”, concluiu.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS