O Município de Santarém volta a associar-se à iniciativa “Outubro Rosa – Mês de Prevenção do Cancro da Mama” da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC), com a promoção da Caminhada “Outubro Rosa”, no dia 15 de Outubro.

A caminhada tem uma distância a percorrer de 4,5 kms, com início às 9 horas, no Jardim da Liberdade, com passagem pela Rua Dona Maria Inês Schaller Dias, pela Rua Serpa Pinto, pelo Largo do Alcáçova, pela Rua Primeiro de Janeiro e termina na Rua Capelo e Ivens.

As inscrições podem ser feitas mediante o donativo mínimo de “5 laços” (incluem: t-shirt, seguro e água), na Sede da Associação Comercial e Empresarial de Santarém (ACES), na Rua Serpa Pinto, 127, entre os dias 15Ssetembro e de 7 Outubro. Para mais informações contactar: tel.: 243 307 580, telm.: 914 021 515 ou via email: aces@aces.pt.

De referir que, o movimento conhecido por “Outubro Rosa” (Pink October) nasceu nos Estados Unidos da América, na década de 90 do século passado, com o intuito de inspirar a mudança e mobilizar a sociedade para a luta contra o cancro da mama. Desde então, por todo o mundo, a cor rosa é utilizada para homenagear as mulheres com cancro da mama, sensibilizar para a prevenção e diagnóstico precoce e apoiar a investigação nesta área.

A Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC), em representação da EUROPA DONNA (Coligação Europeia Contra o Cancro da Mama) e através do Movimento “Vencer e Viver”, promove a iniciativa “Outubro Rosa” com a finalidade de consciencializar para a prevenção e diagnóstico precoce do cancro da mama, nomeadamente através do Rastreio, e divulgar informação e formas de apoio à mulher e família.

Através do Movimento “Outubro Rosa” o Núcleo Regional do Sul da Liga Portuguesa Contra o Cancro (NRS da LPCC) pretende desafiar a Comunidade a juntar-se, em torno do objetivo da sensibilização e difusão da mensagem de alerta para o diagnóstico precoce e rastreio, assim como promover sinergias com entidades diversas, de forma a aumentar o impacto da iniciativa.

É importante recordar que o Cancro da Mama, se diagnosticado e tratado precocemente, tem uma taxa de cura superior a 90%. A melhor resposta é a prevenção. Segundo os dados estatísticos mais recentes (Globocan, 2021), em 2020, no nosso país, estima-se que mais de 7000 mulheres tenham sido diagnosticadas com cancro da mama, lamentando-se a morte de 1800 mulheres por esta doença. Cerca de 1 em cada 100 cancros da mama desenvolvem-se no homem

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Médico detido por abuso sexual de menores

Um homem de 27 anos foi detido esta manhã no Bairro de…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.