O Município de Tomar e o Instituto Politécnico de Tomar, através dos seus presidentes, assinaram, na passada semana dois protocolos que visam intensificar a colaboração entre as duas instituições.

O primeiro, específico para abertura de curso técnico profissional de desporto, com utilização das instalações desportivas municipais. O segundo, ambicionando “a articulação sustentada” dos meios técnicos, materiais e humanos de que dispõem, fomentar e promover o desenvolvimento do concelho de Tomar através da inovação, da empregabilidade, da valorização de factores de atracção do concelho e da valorização da arte, da cultura e do património.

Para isso, concretamente, as duas instituições pretendem fomentar a implementação no âmbito da medida estratégica TMR2020 e já com projecto de execução aprovado, de um Centro de inovação e Valorização do Conhecimento a instalar em edifício contíguo ao Campus do IPT, em Tomar, beneficiando do ambiente próprio e propício ao empreendimento, crescimento e consolidação de projectos empresariais, concebido como infra-estrutura de apoio e assessoria cientifica, tecnológica e de gestão, que permitirá atrair empresas de cariz tecnológico, dar corpo a ideias ou projectos, iniciar actividades económicas, cujo enquadramento contribua para a viabilidade de sucesso dos empreendedores de ideias e negócios que nele se instalem.

PUBLICIDADE

Por outro lado, visa a implementação, articulada entre o Município de Tomar e o IPT, de uma medida estratégica para o apoio e o desenvolvimento de indústrias criativas e projectos de valorização do património, a instalação de empresas criativas, a valorização do património imóvel sem ocupação e o desenvolvimento de eventos cariz técnico-científico e cultural e, também, a implementação, articulada entre o Município de Tomar e o IPT, de um laboratório vocacionado para a investigação aplicada e desenvolvimento de estudos e projectos de regeneração e reabilitação urbana, enquadrados na estratégia de regeneração e reabilitação urbana do concelho de Tomar.

A criação de um laboratório de Turismo, vocacionado para a investigação aplicada e desenvolvimento de estudos e projectos visando a afirmação e desenvolvimento de produtos turístico-culturais da região de Tomar, e o incremento do empreendedorismo na área do Turismo, assim como o desenvolvimento de mecanismos de cooperação nas áreas da Arqueologia e da Conservação e Restauro, no projecto de instalação do Museu da Levada são outros dos pontos do protocolo agora assinado.

O Município de Tomar vai ainda reforçar o apoio à população estudantil do IPT, que poderá consistir na concessão de apoios financeiros às suas associações de estudantes e às actividades desportivas da comunidade académica do IPT, promovidas e apoiadas pelos seus Serviços de Acção Social, mediante a eventual cedência da utilização de instalações e equipamento desportivos municipais.

PUBLICIDADE
Leia também...

Corações com Coroa oferece bolsas de estudo a jovens raparigas de Santarém

A Corações com Coroa (CCC), Associação sem fins lucrativos e ONGD que…

Governo vai ponderar entre hoje e quinta-feira encerramento de escolas

O Presidente da República afirmou que o Governo vai ponderar, entre hoje…

Praxes virtuais foram moda este ano lectivo

Este ano lectivo, por força da pandemia, as praxes académicas dos novos…

Webinar “Comunicar com Crianças e Jovens” reúne pais e educadores

O Torres Novas Toastmasters Club, a Confap – Confederação Nacional das Associações…