Nova Casa Mortuária da Ribeira de Santarém pode servir toda a União de Freguesias

A Casa Mortuária da Ribeira de Santarém, situada junta à Igreja de Santa Iria, foi inaugurada esta quarta-feira, dia 12, pelas 18 horas. O novo espaço vem dar resposta a uma necessidade que urgia há vários anos.

A Casa Mortuária da Ribeira de Santarém é uma obra orçada em 120 mil euros, suportados pela União de Freguesias da Cidade de Santarém, tendo a Câmara Municipal de Santarém contribuído financeiramente e com a ajuda de técnicos da Autarquia, que conseguiram desbloquear o processo de construção, junto da Direção Geral do Património Cultural (DGPC) só aprovou a terceira proposta apresentada, ainda assim com condicionamentos, tendo sido o processo desbloqueado à quarta tentativa. Tudo porque a Casa Mortuária foi construída junto a um edifício histórico, a Igreja, e isso implica muitas condicionantes técnicas.

O novo espaço conta com duas salas, equipadas com três bancos encastrados nas paredes, casas de banho adaptadas para pessoas com mobilidade reduzida e copas, em cada um dos espaços.

PUBLICIDADE

Todos os moradores nas freguesias da União de Freguesias da Cidade de Santarém (UFCS) podem usufruir do espaço, tendo prioridade os habitantes da Ribeira de Santarém, como adiantou Carlos Marçal, presidente desta União de Freguesias.

Estiveram presentes na cerimónia inaugural Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara Municipal de Santarém, Patrícia Fonseca, Deputada da Assembleia da República, Inês Barroso e Jorge Rodrigues, Vereadores da CMS, Carlos Marçal, Presidente da UFCS, Hugo Ribeiro, Presidente da Assembleia da UFCS, Francisco Ruivo, Padre da Diocese de Santarém, Maria Cotrim, Comandante do Destacamento Territorial da GNR de Santarém, Diogo Gomes e Eduardo Gomes, Beneméritos do terreno doado para a construção da Casa Mortuária, e Fernando Rodrigues, antigo Presidente da Junta de Freguesia da Ribeira de Santarém.

(notícia desenvolvida na edição impressa de 21 de Setembro)

PUBLICIDADE
info, , ,

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS