Nova unidade da indústria automóvel, motorizadas e motociclos irá instalar-se em Abrantes

A Câmara Municipal de Abrantes (CMA) aprovou ontem, por unanimidade, as candidaturas da empresa Tectania – Tecnologia Automóvel, para aquisição a preço simbólico (1,50€/ m²) de terreno no Parque Industrial de Abrantes Zona Sul (Ramalhais) e a concessão de apoios de natureza fiscal e para instalação de uma empresa exportadora da indústria automóvel, motorizadas e motociclos. A aprovação aconteceu no âmbito do quadro de incentivos fiscais da CMA a projectos empresariais que contribuam para o desenvolvimento económico e para a criação de emprego no concelho, o AbrantesINVEST.

A empresa pretende instalar em Abrantes uma unidade de investigação, concepção, desenvolvimento, fabricação e comercialização de veículos automóveis, motorizadas e motociclos direccionados para o segmento de off-road/aventura, com propulsão convencional, elétrica, ou baseada em fontes renováveis de energia, apostando na fabricação e comercialização de automóvel representativo de uma marca portuguesa, num investimento privado na ordem dos 44 milhões de euros.

A instalação da unidade será faseada, previsivelmente até 2023, altura que os promotores preveem um total de 251 postos de trabalho directos.

De entre as várias alternativas noutros ponto do país, a decisão dos promotores recaiu em Abrantes pela localização estratégica; pela oferta de um conjunto de incentivos de natureza fiscal, tributária e financeira; a área de implantação disponível na Zona Industrial; pelo acompanhamento do processo (via verde investimento) por parte dos serviços do município e pelo leque alargado de fornecedores a nível nacional.

Num primeiro momento, através de contratos de licenciamento com as entidades TAC MOTORS SA e AJP MOTOS, irá fabricar uma nova versão do Modelo Stark 4×4 e todos os modelos desenvolvidos pela empresa portuguesa AJP MOTOS, sediada em Penafiel.

Os promotores do investimento, dois engenheiros com uma vasta experiência na gestão de empresas do sector automóvel e de motociclos, no Brasil, criaram uma sociedade por quotas repartida, com sede em Abrantes. A empresa encontra-se instalada desde 2017 no Parque Tecnológico do Vale do Tejo.

A presidente da Câmara anunciou, na reunião do Executivo, que o processo de captação desta empresa para o concelho de Abrantes teve inicio em Fevereiro de 2017, tendo adiantado que segundo os promotores o projecto está consolidado, tendo financiamento aprovado através de candidaturas ao Portugal 2020.

Maria do Céu Albuquerque adiantou que a Câmara, enquanto serviço público, fez tudo o que estava ao seu alcance para que a opção dos promotores recaísse pela instalação da empresa em Abrantes.

A autarca congratulou-se pela unanimidade da decisão tomada, no sentido de garantir mais desenvolvimentos económico e criação de postos de trabalho no concelho e na região.

Incentivos fiscais e tributários concedidos

Enquadrado no Regulamento de Venda e Instalação de Lotes/Parcelas no Parque Industrial de Abrantes, a CMA aprovou, para o efeito, a venda de parcela de terreno industrial com a área de 89.270 m², pelo valor total de 133.905,00 euros (1,50€/ m²).

Já no âmbito do Incentivo a Projectos Empresariais de Interesse Municipal, foi aprovada a candidatura por parte da empresa para usufruir apoios de natureza fiscal e tributária, no valor estimado de 523.912,93 euros.

info, , ,

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS