Santarém quer conquistar recorde de maior concentração de barretes de campino

A Câmara de Santarém anunciou que iniciou o processo para, em 2019, no dia do município na Feira Nacional da Agricultura (FNA), inscrever no ‘Guiness Book’ o recorde da maior concentração de barretes de campino.

Em conferência de imprensa para apresentação da “acção experimental” que vai decorrer a 07 de Junho, dia do concelho de Santarém na Feira Nacional da Agricultura/Feira do Ribatejo, a vice-presidente do município escalabitano, Inês Barroso, afirmou que o desafio lançado este ano para que os munícipes se apresentem nesse dia com um barrete de campino (verde com uma barra vermelha) vai ser “à grande” em 2019, para inscrição no livro dos recordes mundiais.

O logótipo para o Dia de Santarém na FNA é precisamente um barrete estilizado que exibe os símbolos de monumentos da cidade (Porta do Sol e rosácea da igreja da Graça) e o rio Tejo em forma de sorriso, tendo o município aberto um concurso, a decorrer até ao final do mês, para escolha do ‘slogan’.

A Câmara vai disponibilizar 40 mil bilhetes gratuitos para que todos os munícipes do concelho possam entrar no recinto onde decorre o certame, o Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA), podendo chegar aos 63 mil (total de habitantes), oferta que estende a todos os visitantes que no dia 07 de Junho apareçam com um barrete de campino, disse o presidente do município.

Ricardo Gonçalves afirmou que o investimento de 25 mil euros, que inclui o concerto agendado para essa noite e uma largada de touros, visa “reaproximar” a população da feira, reduzindo o “afastamento” sentido desde que o certame deixou o planalto da cidade e passou, em 1994, para a Quinta das Cegonhas.

Inês Barroso afirmou que o Dia de Santarém vai envolver associações, instituições, escolas, movimentos e artistas da cidade, convidados a aproveitarem os espaços livres do certame para interagirem com os visitantes, sendo nesse dia apresentado o programa “Verão In.Santarém”, que animará a cidade durante três meses a partir de 22 de Junho.

Aos comerciantes foi lançado o desafio de decorarem as montras usando os barretes de campino, “imagem de marca da identidade ribatejana”, disse.

Pela primeira vez, a autarquia vai dispor, nos nove dias do certame, de um ‘stand’ no átrio de entrada da feira, onde funcionará uma delegação do posto de turismo e o espaço empresas, que facultará uma sala para reuniões de negócios e uma zona para apresentações de empresas do concelho.

A 55.ª Feira Nacional da Agricultura/65.ª Feira do Ribatejo vai decorrer de 02 a 10 de Junho, tendo por lema o olival e o azeite.

info, , ,

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS