Núcleo Interpretativo da Sinagoga inaugurado a 15 de Outubro

O Núcleo Interpretativo Sinagoga de Tomar e Museu Luso-Hebraico Abraão Zacuto vai ser inaugurado na próxima terça-feira, dia 15 de Outubro, pelas 17 horas. Monumento nacional classificado desde 1921, o templo hebraico é um dos monumentos mais visitados de Tomar.

O edifício deve ter sido construído no final da primeira metade do século XV, tendo sido o único edificado para o efeito em Portugal que chegou aos nossos dias. Financiada por uma elite de judeus, próximos da Ordem de Cristo e da família real que a administrava, a construção da Sinagoga seguiu de muito perto o estilo gótico e estava perfeitamente integrada nos sítios usuais para as casas de oração dos judeus: um local recolhido a meio da judiaria.

Após o édito de expulsão dos judeus, o edifício da Sinagoga foi transformado em cadeia do concelho e, mais tarde, em ermida da invocação de S. Bartolomeu. No Séc. XIX chegou a funcionar como celeiro e armazém de mercearias.

Apesar da classificação como monumento em 1921, só dois anos depois é que Samuel Schwarz, judeu polaco investigador da Cultura Hebraica, a salvaria do estado caótico em que se encontrava, adquirindo-a e recuperando-a, tendo vindo a doá-la, em 1939, ao Estado Português para a instalação do Museu Luso-Hebraico Abraão Zacuto.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS

Deixar uma resposta