“Orgulho no passado, Competência no presente e Campeões no futuro!”

Mário Amoroso foi eleito presidente da União Desportiva de Santarém, no passado dia 20 de Julho, com um total de 555 votos a favor e 30 votos em branco, numa eleição que contou com cerca de 40 sócios votantes. Amoroso liderou a lista A, única lista a sufrágio, e terá como vice-presidentes Júlio Galveias, Rodrigo Castelo e Vítor Monteiro. Marta Pita Soares foi eleita presidente da Assembleia-Geral do clube e Pedro Bastos é o presidente do Conselho Fiscal. Em entrevista ao Jornal Correio do Ribatejo, o novo presidente destaca os objectivos que traçou para o mandato de dois anos. Salienta o objectivo de tornar a formação uma referência no distrito, a necessidade de melhoramento das infra-estruturas do clube e que a União Desportiva de Santarém seja o rosto visível da cidade precisando para isso de mais sócios.

Assumiu recentemente a presidência da União Desportiva de Santarém. O que é que o levou a candidatar-se ao cargo?
Esta candidatura vem na sequência do projecto União Desportiva de Santarém iniciado há três anos atrás, dando continuidade à simbiose entre Clube e SAD, onde teremos uma aposta clara no futebol formação e nos seus jovens jogadores.
Queremos abrir o Clube às pessoas, incentivá-las para que participem na vida do Clube, para ouvir distintas opiniões pois acredito que é na pluralidade que se começa a construir a evolução e a melhoria contínuas. Queremos formar jogadores para a equipa sénior, queremos que daqui a 5/6 anos já possamos ter na equipa principal 5/6 jogadores da nossa “cantera”.
Esta equipa directiva foi formada e idealizada com gente jovem que traga novas ideias e propostas, aliado à experiência de outros que já têm muitos anos de “casa”, isto para que todos juntos consigamos criar melhores condições aos atletas, sócios, simpatizantes e claque. Mas sempre com o objectivo principal que é tornar cada vez maior a União Desportiva Santarém. Esta equipa directiva vai ter três pilares onde se irá centrar a sua actuação: Orgulho no passado, Competência no presente e Campeões no futuro!

Quais são os objectivos que esta direcção pretende concretizar nos próximos anos?
Os objectivos são o de formar jogadores para equipa sénior, aumentar o número de Sócios, aumentar número atletas da formação, continuar a valorizar a ligação do Clube à cidade, aos escalabitanos e às empresas, obter a certificação FPF Entidades Formadoras e aumentar o número de espectadores no Chã das Padeiras (se possível voltar a enchê-lo). Ter gratidão e reconhecimento com a nossa história e com todos aqueles que dela fizeram parte, queremos melhorar as condições dos nossos campos de jogos e também queremos aumentar o número de patrocinadores. Temos mais ideias para concretizar, que a seu tempo iremos divulgar.

PUBLICIDADE

O clube já apresentou os diversos treinadores e equipas técnicas para a formação. Quais são os objectivos do clube neste âmbito?
Temos a ambição de chegar ao mais alto nível no futebol de formação e assim sendo queremos ter todas as nossas equipas de competição (Iniciados, Juvenis e Juniores) nos Campeonatos Nacionais, a curto prazo. É com este objectivo que trabalhamos dia-a-dia.

Que tem esta direcção pensado para melhorar as infra-estruturas do clube?
Temos algumas ideias para melhorar as infra-estruturas, as quais iremos partilhar e discutir com a Câmara Municipal de Santarém(CMS)/Viver Santarém (VS), com as quais queremos manter uma relação institucional de proximidade com partilha de sugestões e decisões. As infra-estruturas desportivas são pertença da CMS/Viver Santarém, pelo que toda e qualquer melhoria terá de ser em estreita colaboração e ajuda.

Ter um campo de apoio para o futebol de formação é essencial?
É uma questão essencial e fundamental para o crescimento do nosso Clube. O Campo da Ribeira pode ser a solução como campo de apoio e de jogos, no entanto seria muito importante a execução, a curto prazo, de vários melhoramentos/obras, as quais já estão devidamente identificadas. Concretizar estes melhoramentos/obras no Campo da Ribeira, no curto prazo, será sempre uma excelente notícia. Será também muito importante melhorar as condições do Campo Chã das Padeiras, seja no piso envolvente, nas bancadas e zona do bar.

Qual é o modelo de formação do clube, como está estruturado e qual é a perspectiva futura neste sector?
Queremos a curto prazo, um modelo de duas vertentes: lúdica e competitiva. Nos últimos 2/3 anos, temos vindo a reorganizar a estrutura e a contratar treinadores para áreas específicas. No ano passado trouxemos o Prof. José Noel para Coordenador Técnico do Futebol 7 e é na base da pirâmide que temos de ser mais competentes, mais dedicados e mais pacientes. Este ano trouxemos o Prof. Gonçalo Silva para Director Técnico, para dar especial atenção à transversalidade do modelo futebol de formação, metodologia do treino, acompanhamento integrado de todos os escalões, desde os petizes Sub-5 até aos seniores. Iremos continuar a melhorar a estrutura do futebol de formação para adaptá-la ao que queremos implementar no Clube. O nosso modelo de formação será sempre focado no jogador, ou seja, na base queremos identificar o seu potencial talento e depois desenvolver ao longo do seu percurso formativo esse potencial talento ao máximo, para podermos aproveitá-lo no topo da “pirâmide”. No início da época desportiva 2020/21, iremos fazer a apresentação mais detalhada do projecto UDS focado no jogador. Queremos obter a Certificação FPF para Entidades Formadoras, já esta época pois será um passo importantíssimo na demonstração da qualidade que fazemos na nossa formação.

É mais importante formar jogadores ou vencer competições?
Ganhar é sempre importante, mas no futebol de formação não é o mais importante. Se tens confiança no projecto, objectivos bem definidos e trabalhas bem todos os dias, vais ganhar mais vezes, se ganhas mais vezes, vais ganhar competições. Formar jogadores para a equipa sénior e formar homens com H grande, será sempre a missão do nosso Clube.

Qual é o espírito que o clube quer incutir aos atletas?
Compromisso, solidariedade, respeito, amizade, disciplina, gratidão, reconhecimento, ambição e muita vontade de vencer. Estes serão os principais valores que têm de estar presentes em todas as nossas actividades.

Qual vai ser a relação desta direcção com a SAD da União Desportiva de Santarém?
A melhor possível, queremos em conjunto construir um clube cada vez maior e mais atractivo para todas as pessoas que vivem no concelho de Santarém. O clube e a SAD vão estar sempre unidos, para concretizar o objectivo comum que partilhamos.

Que mensagem quer deixar aos sócios, atletas e adeptos?
Primeiro uma mensagem aos que ainda não são sócios: façam a vossa inscrição, ajudem-nos com a vossa quota (apenas 30 €/ano), com mais sócios seremos mais fortes, mais unidos e mais competentes. Iremos promover uma campanha de angariação de novos sócios, onde queremos rapidamente chegar aos 1000 sócios pois a UDS merece e Santarém agradece. Aos sócios, atletas, adeptos e claque: esta equipa directiva promete trabalho, empenho e dedicação para que todos juntos possamos contribuir para o engrandecimento desta instituição já com 51 anos de história e títulos. A vossa presença é muito importante nos jogos do futebol de formação e nos jogos dos seniores, apareçam! Contamos com todos!

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS