Plano Estratégico de Valorização Turística para o Município de Santarém apresenta sete produtos turísticos

 

O Plano Estratégico de Valorização Turística para o Município de Santarém, apresentado no passado dia 3 de Dezembro em sessão de Reunião de Câmara, foi aprovado por unanimidade pelo Executivo Municipal.

Este Plano, elaborado pela THC – Tourism & Hospitality Consulting, Lda, numa parceria com o Município de Santarém e a Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, é um instrumento de apoio à definição das linhas orientadores para o sector do Turismo que procura potenciar a economia local, as infra-estruturas e equipamentos instalados, os hábitos regionais e a cultura, através da dinamização da actividade turística.

PUBLICIDADE

O presente Plano foi elaborado com base na análise do trabalho de campo realizado e de um processo de reflexão e de articulação estratégica decorrente de diversas visitas técnicas e de reuniões com os stakeholders locais das diferentes áreas temáticas de intervenção (cultura, turismo, instituições locais). Como tal, apresenta-se dividido em duas partes: na primeira é apresentado um enquadramento referencial, metodológico e territorial e na segunda o plano de acções e consequentes sub-ações para cada um dos eixos identificados.

Após a análise das condicionantes e potencialidades da região, o Plano integra o desenvolvimento de sete produtos turísticos: Santarém património histórico, cultural e religioso; património enogastronómico; eventos e programação cultural; lazer, desporto e natureza; rio Tejo; Serra de Aire e Candeeiros; e turismo rural. Para além destes produtos, o Plano prevê um modelo de gestão, desenvolvimento de uma rede de parcerias e sistema de informação, formação e desenvolvimento e qualificação de activos e implementação, desenvolvimento e qualificação de infra-estruturas e equipamento de apoio.

Deste Plano há a destacar a valorização do património natural como o rio Tejo e a Serra de Aire e Candeeiros, o turismo rural, a gastronomia, a requalificação de vários espaços do centro histórico e a reabilitação e reconversão de usos de Património de elevado valor histórico e arquitectónico como a Escola Prática de Cavalaria, o Presídio de Santarém, a Praça de Touros Monumental Celestino Graça e o Campo Infante da Câmara.

A concretização deste modelo territorial de valorização turística obriga a uma plena interacção entre diferentes protagonistas que evoluem no terreno e consequentemente, uma estratégia de realização de eventos, intensiva ao nível da programação e extensiva em termos de calendarização.

Este Plano Estratégico de Valorização Turística para o Município de Santarém organiza-se temporalmente num período de cinco anos (2019-2024) consoante os seus eixos estratégicos e sub-ações.

 

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS