Notícia relacionada:

O professor acusado de assédio sexual a alunos por vários pais de uma turma da escola D. João II, negou as acusações que lhe foram imputadas, em entrevista concedida ao Correio do Ribatejo, na manhã desta terça-feira, 17 de Janeiro.

O docente, que lecciona desde 1995, afirma que está a ser vítima de um “complô, perseguição, preconceito ou pura maldade de pais de uma turma de elite”. Refere ainda que apesar de manter uma postura “mais descontraída” em sala de aula, nunca fez qualquer tipo de comentário de cariz sexual, e que as acusações feitas são extrapoladas e deturpadas, acrescentando que “condena veemente qualquer comportamento de assédio ou abuso contra outro ser humano”.

Leia a notícia completa na edição impressa do Correio do Ribatejo, nas bancas a 20 de Janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Médico detido por abuso sexual de menores

Um homem de 27 anos foi detido esta manhã no Bairro de…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.