Um projecto desenvolvido no concelho de Azambuja pretende preservar e divulgar a biodiversidade do Paúl de Manique, uma zona húmida onde se podem encontrar mais de 180 espécies, como lontras, águias e esquilos.

A apresentação do projecto “Paúl Natura-Conhecer para proteger” decorreu hoje e será desenvolvido por quatro entidades até ao dia 15 de Dezembro, nomeadamente a Câmara Municipal de Azambuja, a União de Freguesias de Manique do Intendente, Vila Nova de São Pedro e Maçussa, o Agrupamento de Escolas do Alto de Azambuja e a Cooperativa de Formação e Animação Cultural (COFAC).

O trabalho vai ser desenvolvido no Paúl de Manique do Intendente, localizado na zona norte do concelho de Azambuja e que contempla uma área com cerca de 97 mil metros quadrados e 18 hectares.

PUBLICIDADE

Em declarações à agência Lusa, a coordenadora deste projecto, Anabela Cruces, explicou que o trabalho vai desenvolver-se em quatro etapas e que o objectivo final é a criação de uma futura Reserva Natural Local.

“Pretendemos divulgar o património natural, a biodiversidade e a grandiosidade dos recursos que aqui existem como a avifauna, os solos, a água”, explicou.

Anabela Cruces referiu que o projecto prevê a realização de várias acções que passam numa primeira fase por aproximar a comunidade local do Paúl, numa segunda de sensibilizar e formar, uma terceira de divulgar nas redes sociais e numa quarta fase “poder replicar os conhecimentos noutros territórios”.

“Isto é o rastilho para o futuro. O ponto de partida”, sublinhou.

Apesar de ser uma área relativamente pequena, o Paúl de Manique é o habitat de mais 180 espécies, identificadas, que têm sido fotografadas e documentadas pelo fotógrafo Paulo Rocha.

Em declarações à Lusa, Paulo Rocha adianta que no Paúl podem ser observadas espécies como a lontra, a galinha e o frango de água, a águia sapeira, o cágado de carapaça estriada, o esquilo vermelho e o lagostim vermelho, entre outros.

“Existe aqui uma vitalidade e um equilíbrio entre todas as espécies”, sublinhou.

O desenvolvimento do projecto no Paúl de Manique implica um investimento de cerca de 68 mil euros, existindo financiamento comunitário.

PUBLICIDADE
1 comment
  1. Gostaria de felicitar todos os envolvidos no projecto Paúl de Manique do Intendente, particularmente Anabela Cruces pela entrega e dedicação (e os resultados até agora já conquistados) e Paulo Rocha cujas extraordinárias fotografias muito têm contribuído para dar a conhecer este local mágico, cujas fauna e flora eram praticamente desconhecidos da generalidade da população.
    Bem-hajam todos.

Comments are closed.

Leia também...

Chuva está de regresso e coloca Santarém sob aviso amarelo

A chuva está de regresso ao distrito de Santarém a partir desta…

Aviso amarelo para o distrito de Santarém devido a temperaturas baixas

O tempo frio levou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera…

Câmara de Santarém instala 150 “caixas-ninhos” no concelho

A Câmara Municipal de Santarém está a instalar 150 “caixas-ninhos” identificadas e…

Frio mantém distrito de Santarém em aviso amarelo

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera vai manter o distrito…