A Protecção Civil registou nas últimas 16 horas perto de 200 ocorrências, a maioria relacionada com quedas de árvores e inundações, sobretudo no distrito de Lisboa e Setúbal, disse hoje fonte do organismo.

Em declarações à Lusa esta manhã, José Costa, oficial de serviço da Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil (ANPC), explicou que entre as 16:00 de sábado e as 08:00 de hoje, foram registadas 199 ocorrências em Portugal Continental.

A maioria, 73, está relacionada com quedas de árvores, seguida de inundações (72), limpezas de via (25), quedas de estrutura (21), movimentos de massa (terra, sete) e um salvamento terrestre, enumerou.

De acordo com o responsável, os distritos mais afectados foram Lisboa, com 85 ocorrências, Setúbal, com 31, Faro, com 21, Santarém 12 e Beja, com 11.

Estiveram envolvidos 803 operacionais apoiados por 263 meios.

Às 09:00 terminaram os avisos amarelos decretados pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera para os distritos de Lisboa e Setúbal relacionados com a agitação marítima e também terminou o aviso amarelo que vigorava para o distrito de Faro devido ao vento forte.

“Não estão previstos mais avisos durante o dia de hoje, voltando só durante a noite, para a precipitação em vários distritos do país”, adiantou.

Contactada pela Lusa, fonte dos Sapadores Bombeiros de Lisboa revelou que a noite “foi calma, sem registo de grandes ocorrências”.

De acordo com a página do IPMA, os distritos de Aveiro, Braga, Bragança, Coimbra, Porto, Guarda, Vila Real e Viana do Castelo vão estar sob aviso amarelo entre as 03:00 e as 12:00 de segunda-feira, dia 12, por previsão de precipitação por vezes forte e persistente.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANEPC) decretou no sábado o estado de alerta especial de nível amarelo para o todo dispositivo do continente, o segundo mais grave de uma escala de quatro, devido ao agravamento das condições meteorológicas.

Na noite de quarta-feira, vários túneis da cidade de Lisboa ficaram inundados devido à chuva intensa que afectou também os municípios de, Loures, Odivelas, Amadora e Oeiras. Na noite passada, por precaução, os três túneis rodoviários na Avenida João XXI, Campo Grande e Entrecampos, em Lisboa, foram encerrados por causa da chuva.

Várias inundações cortaram estradas, acessos a estações de transporte e danificaram estabelecimentos comerciais, habitações e veículos, causando elevados prejuízos. Há a registar a morte de uma mulher em Algés, no concelho de Oeiras.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Médico detido por abuso sexual de menores

Um homem de 27 anos foi detido esta manhã no Bairro de…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.