PSP investiga origem de descarga poluente no Rio Nabão

A Câmara Municipal de Tomar denunciou às autoridades a ocorrência de mais uma descarga ilegal de efluentes no rio Nabão, detectada durante a madrugada de segunda-feira.

Após a autarquia denunciar o caso às autoridades, a Polícia de Segurança Pública fez deslocar ao local uma equipa para proceder à recolha de amostras no Rio Nabão “por suspeitas de crime ambiental”.

Segundo a Câmara de Tomar, para além da PSP, o caso foi denunciado ao SEPNA, à APA e à Tejo Ambiente. No momento da denúncia a autarquia requereu ainda que o problema seja tratado definitivamente e apelou também a que sejam aplicados os esforços possíveis por forma a implementar todas as medidas correctivas necessárias.

PUBLICIDADE

“Como tem sido habitual em circunstâncias anteriores, esta situação ocorreu com o aproveitamento das condições meteorológicas que se registaram, de forte precipitação, especialmente propícias à ocorrência destes crimes ambientais”, constata o município.

A autarquia alerta ainda que este tipo de descargas é “ilegais e provocam impactos muito significativos no curso de água e na sua envolvente, com consequências graves quer para o meio ambiente quer para a saúde pública”.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS