Pulseira electrónica para homem suspeito de violência doméstica

Um homem de 62 anos de idade foi detido pela GNR, no dia 15 de Outubro, pelo crime de violência doméstica e posse de arma proibida, no concelho de Torres Novas.

Segundo um comunicado do Comando Territorial de Santarém da GNR, os militares apuraram que o suspeito “agrediu física e psicologicamente, de forma reiterada, a sua mulher de 52 anos, durante os cerca de 20 anos de relacionamento”.

“Após a vítima terminar a relação há cerca de cinco anos, o suspeito começou a persegui-la e aterrorizá-la com ameaças de morte constantes aludindo às diversas armas de fogo que tinha em sua posse, nunca aceitando a separação”, refere a mesma nota.

PUBLICIDADE

Perante as evidências, os militares deram cumprimento a um mandado de detenção, um de busca domiciliária e dois em veículos, onde apreenderam duas espingardas caçadeiras de calibre 12, 44 cartuchos de calibre 12, duas espadas de ornamentação com lâmina de 48 centímetros de comprimento, três armas de caça submarina com arpão, cinco foices, três facas e um machado.

O detido foi presente ao Tribunal Judicial de Santarém onde foi decretada a medida de coacção de proibição de contacto com a vítima por qualquer meio, monitorizado através de pulseira electrónica.

A acção da GNR contou com o apoio da Polícia de Segurança Pública.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS

ADICIONAR COMENTÁRIOS

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *