Rafael Lourenço ganhou a segunda etapa da Volta a Portugal do Futuro

Rafael Lourenço (Oliveirense) foi o vencedor isolado em Abrantes da segunda etapa da Volta a Portugal do Futuro, mantendo-se a camisola amarela na posse de Emanuel Duarte (LA Alumínios-LA Sport).

Os 168,2 quilómetros, com partida e chegada a Abrantes, desta etapa acabaram por ser decididos apenas no final, com um ataque de Lourenço no último quilómetro, de subida, que lhe permitiu distanciar-se por 12 segundos ao espanhol Ander Castaño (Baque-Ideus).

O pelotão, com Emanuel Duarte (hoje 12.º) chegou a 21 segundos do vencedor do dia.

Ao segundo dia da Volta a Portugal do Futuro, Lourenço mantém o mesmo avanço conseguido na véspera sobre os seus mais directos rivais. Pedro Miguel Lopes e Fábio Costa (Oliveirense), Tiago Leal (Miranda-Mortágua) e Pablo Alonso (Gomur-Cantabria Infinita) – estão a 44 segundos do camisola amarela.

As classificações secundárias sofreram alterações: Emanuel Duarte acumula a camisola amarela com a liderança da classificação da montanha e a Oliveirense mantém o comando da classificação colectiva, no entanto, Pedro Miguel Lopes é agora o líder da classificação por pontos e da classificação da juventude.

A terceira etapa, sábado, desdobra-se em duas provas. Da parte da manhã corre-se entre Abrantes e Castelo de Vide (79,9 km) e da parte da tarde disputa-se um o contrarrelógio individual, na distância de 8,4 quilómetros e passagem na Ermida da Sra. da Penha, antes da chegada ao Parque João José da Luz.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS

Deixar uma resposta