A Câmara de Salvaterra de Magos vai assinalar, na próxima terça-feira, o 5º aniversário do reconhecimento pela UNESCO da prática da falcoaria em Portugal como Património Cultural Imaterial da Humanidade.

A data será assinalada, na Falcoaria Real, com homenagens à Associação Portuguesa de Falcoaria e a Natália Correia Guedes, por manterem a prática da falcoaria activa no país, sendo que a historiadora irá oferecer ao município a escritura de partilhas datada de 1534 referente ao Senhorio da Vila de Salvaterra, herdado por D. Fradique Manoel, avô do 1.º Conde da Atalaia.

Em comunicado, a Câmara de Salvaterra de Magos afirma que a iniciativa vai contar com a violinista Natália Juskiewicz, acompanhada por guitarra portuguesa e viola de fado, sendo inaugurada, na Galeria de Exposições, a exposição de aguarelas “Caçadores Alados”, do falcoeiro André Valério.

PUBLICIDADE

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos liderou a candidatura da prática da Falcoaria como Património Cultural Imaterial da Humanidade, juntamente com a Universidade de Évora e a Associação Portuguesa de Falcoaria, tendo conseguido o reconhecimento da UNESCO em 01 de Dezembro de 2016, em Adis Abeba, Etiópia.

PUBLICIDADE
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Leia também...

A herdade no Alviela e o pergaminho que ia para o lixo

Pergaminho do século XII salvo do lixo em Vale de Figueira.

Lenda da Sopa da Pedra chega às crianças de todo o mundo através da Expo 2020 Dubai

A lenda da Sopa da Pedra, prato típico de Almeirim, foi incluída…

Feira Nacional da Agricultura realiza-se entre 9 e 13 de Junho em Santarém

A Feira Nacional da Agricultura/Feira do Ribatejo (FNA) vai realizar-se entre 9…

Gilberto Gil dá concerto com Adriana Calcanhotto em Santarém

A 7 de Novembro.