Santarém quer equipa de Kayak Polo “a curto prazo”

A constituição de uma equipa de Kayak Polo em Santarém “a curto prazo” foi o objectivo da demonstração organizada, no passado sábado, pelo Centro de Formação de Canoagem do Agrupamento de Escolas Sá da Bandeira, juntamente com a Federação Portuguesa de Canoagem e o Clube de Canoagem Scalabitano da Ribeira de Santarém, com o apoio da Viver Santarém e da Câmara Municipal de Santarém.

O Kayak Polo é um jogo desportivo colectivo de contacto que se joga um pouco por todo o mundo há mais de 30 anos. As embarcações utilizadas são kayak curtos e achatados, com extremidades redondas. Em ambas as extremidades, é obrigatório o uso duma esponja protectora contra impactos. É ainda obrigatório o uso de capacete, colete e saiote.

A iniciativa de promoção da modalidade contou com a presença de Inês Barroso, vice-presidente da Câmara de Santarém; João Ribeiro, seleccionador nacional de Kayak Polo; de Maria Adélia Esteves, directora do Agrupamento de Escolas de Sá da Bandeira; Pedro Vargas, docente da Escola Secundária Sá da Bandeira e do Centro de Formação de Canoagem do Agrupamento de Escolas Sá da Bandeira; Celso Pereira, vice-presidente do Clube de Canoagem Scalabitano; de José Maurício, fundador da Canoagem no distrito de Santarém, de jogadores desta modalidade desportiva e de alunos que querem aprender Kayak Polo.

PUBLICIDADE

Os participantes assistiram a uma demonstração de Kayak Polo com jogadores federados e, seguidamente, puderam experimentar esta modalidade que começa a dar os primeiros passos em Santarém.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS