‘Steampunk’ invadiu o Entroncamento para 3 dias de animação

O Steampunk voltou ao Entroncamento nos dias 27, 28 e 29 de setembro. Hordas pacíficas e felizes de festivaleiros desfrutaram da festa e pedem mais.

O Museu Nacional Ferroviário foi o palco de três dias cheios de animação, com feira de crafts steampunk, um carrossel vitoriano, passeios de mini comboio e de quadriciclos ferroviários, jogos de tabuleiro, moda, duelos, modelismo ferroviário e street food.

Os Custom Circus voltaram ao museu e a banda Victor Sierra fez a sua estreia em Portugal. Os Kumpania Algazarra inquietaram as ruas da cidade, contagiando todos com a sua alegria e os Cais Sodre Funk Connection eletrizaram o público com um show que pôs o público a dançar ao ritmo do Funk & Soul.

Não faltou o cinema, com a curadoria do Lisbon Motorcycle Film Fest, e a literatura, com a Editorial Divergência e o Fórum Fantástico. Oficinas para as famílias com lotação esgotada, conversas e debates, exposições, incluindo motas e carros clássicos, preencheram um programa ecléctico e apelativo. A animação da Liga Steampunk de Lisboa garantiu que todos viajassem um pouco nesta saudável loucura.

O festival encerrou, sob uma luz crepuscular, com o som inconfundível d’ O Gajo, com a guitarra campaniça.

Mais de 7.800 pessoas, de diversas nacionalidades, não resistiram ao convite superando melhores expectativas da organização.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS