Surto em Lar de Abrantes com 40 casos confirmados

As autoridades de saúde do Médio Tejo confirmaram hoje mais cinco casos de covid-19 entre utentes e funcionários na Estrutura Residencial Para Pessoas Idosas (ERPI) do Pego, concelho de Abrantes, num surto que conta agora com 40 casos activos.

Em declarações à agência Lusa, a Delegada de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo disse que, dos 35 casos positivos confirmados na quarta-feira, (31 em utentes e quatro em funcionários), há a acrescentar “quatro testes que foram inconclusivos, dois em utentes e dois em profissionais, e que deram hoje os quatro positivos”.

A estes, junta-se “mais um resultado positivo num funcionário que apresentou sintomas e positivou”, acrescentou.

PUBLICIDADE

Assim, disse Maria dos Anjos Esperança, “dos 35 casos confirmados na quarta-feira, temos a acrescentar cinco casos positivos, dois em utentes e três em funcionários”.

No total, a ERPI, situada na freguesia do Pego (Abrantes), no distrito de Santarém, tem hoje 40 casos activos em 33 utentes e em sete funcionários, estando todos sem sintomas.

“Não se aguardam por resultados de mais testes, o lar foi desinfectado e separados os casos positivos dos negativos, e os utentes estão todos dentro do edifício, estando a ser acompanhados e não apresentando sintomatologia”, disse a responsável.

Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos (PS), disse à Lusa que dois dos três utentes que estavam hospitalizados já regressaram ao Lar, sendo que o utente que continua internado no Hospital de Abrantes tem “outras patologias associadas”.

Segundo o autarca, “os doentes infectados estão já isolados dos restantes utentes, já foram também devidamente identificadas todas as pessoas que estiveram em contacto com os infectados, encontrando-se todas elas em quarentena”.

A instituição tem 65 utentes e 71 funcionários.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS