Trabalhadores da IPSS e Misericórdias da região lutam por aumentos salariais

Os trabalhadores do sector social realizaram uma greve na passada sexta-feira, 7 de Junho. No distrito de Santarém foram muitos os trabalhadores que responderam ao apelo da Federação dos Sindicatos da Função Pública e que se juntaram ao protesto em torno da valorização das carreiras profissionais e de aumentos salariais entre 4% e 5%.

A tarde de sexta-feira ficou também marcada por uma concentração dos
trabalhadores das IPSS e Misericórdias junto ao Ministério do Trabalho e da
Segurança Social, em Lisboa, com o objectivo de dar força e visibilidade
às reivindicações dos trabalhadores do sector. A concentração contou com a presença de mais de uma centena de trabalhadores de IPSS e Mesericórdias do distrito de Santarém.

Segundo o sindicato USS/CGTP-IN, “o sector social continua a crescer, sendo actualmente constituído por mais de 6 mil IPSS e 370 Misericórdias, sendo da perspectiva da USS/CGTP-IN inaceitável que a esmagadora maioria dos trabalhadores aufiram o salário mínimo, independentemente dos dias da semana em que trabalham e de toda a responsabilidade social que assumem”.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS

Deixar uma resposta