Trinta minutos de nervosismo e sessenta à campeão

Crónica: Campeonato Distrital da 1.ª Divisão | U. Santarém, 6 – Marinhais, 1

A União Desportiva de Santarém (UDS) cumpriu com uma goleada a partida com o Marinhais, obrigatória para se manter na liderança do Campeonato, em face da vitória do Coruchense, em casa, frente ao Cartaxo.

A sentir bastante a responsabilidade da primeira de três finais, nesta recta final de campeonato, em que um qualquer deslize pode ser fatal para os objectivos da equipa, a UDS entrou lenta e pareceu surpreendida com a pressão imposta pelo Marinhais a meio campo. Diga-se que a equipa de Sérgio Ricardo surpreendeu pela positiva, sobretudo na primeira parte, chegando mesmo a pedir grande penalidade por uma alegada mão de N’Damy na área escalabitana. Nos minutos seguintes, Salomão e Lucas, ambos de cabeça, visaram com perigo a baliza de Coli. O jovem guarda-redes unionista voltou a ser precioso ao travar um contra-ataque de Benjamin, um dos mais inconformados no ataque do Marinhais.

A ‘tremedeira’ de quem quer fazer tudo bem e depressa virou alívio, aos 31 minutos, com Pedro Augusto a abrir o marcador. Isolado, só teve de escolher o melhor lado perante um desamparado João Nicolau.

Colocar a bola nas costas da defesa do Marinhais, parece ter sido a receita encontrada por Mário Ruas para descansar a equipa e Pratas (36’) e Leo (44’) seguiram a preceito a receita do mister, levando a equipa para o intervalo a vencer por 3-0, um resultado demasiado pesado por tudo o que o Marinhais produziu na primeira parte.

Já com o placar a sorrir para os da casa, a UDS entrou para a segunda parte bem mais confiante. Pedro Augusto (48’) e Pratas (50’) descansaram definitivamente os adeptos, com o 4-0 e 5-0.

O recém-entrado Noque também fez o gosto ao pé, à passagem do minuto 64’, e o Marinhais obteve o seu, diga-se que justo, golo de honra, apontado por Apolinário a três minutos do fim do tempo regulamentar.

Apesar de sofrer meia dúzia de golos no campo Chã das Padeiras, o Marinhais despediu-se do jogo com uma soberana oportunidade para voltar a marcar, mas Coli fez a defesa da tarde.

O árbitro Gonçalo Pereira fez um trabalho positivo, num jogo fácil de arbitrar.

Ficha do Jogo:

Árbitro: Gonçalo Pereira, assistido por Pedro Fonseca e João Duarte.

União Desportiva de Santarém: Coli, Ronny, N’Damy, David (Bexiga, 68’), Fabinho (Tiago, Reatamento), Leo (Telmo, 61’), Pedro Augusto (Noque, 61’), Pratas, Tomás, Ganhão e Serginho.

Suplentes não utilizados: Diogo, António Gonçalves.

Treinador: Mário Ruas.

Acção disciplinar do árbitro: Cartão amarelo para N’Damy (71’).

Marinhais: João Nicolau, Coutinho, João Rego (Mauro, Reatamento), Lucas (Carvalho, Reatamento), João Abel, Rubem Rodrigues, Fred (Vítor Hugo, 65’), Apolinário, Benjamin, Caniço (Batista, 65’), Salomão (David Alves, Reatamento).

Suplentes não utilizados: Azinheira e Bruno.

Treinador: Sérgio Ricardo.

Acção disciplinar do árbitro: Cartões amarelos para João Rêgo (42’), Carvalho (67’) e Mauro (84’).

Golos: 1-0 Pedro Augusto (31’), 2-0 Pratas (36’), 3-0 Leo (44’), 4-0 Pedro Augusto (48’), 5-0 Pratas (50’), 6-0 Noque (64’), 6-1 Apolinário (87’).

Ao intervalo: 3-0. Resultado final: 6-1.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS