União Desportiva de Santarém e Cova da Piedade empataram a uma bola, esta manhã, no Campo Chã das Padeiras, em Santarém, em jogo a contar para 5.ª jornada da Fase de Manutenção (Série 5).

Os golos surgiram apenas na segunda parte, com o Cova a abrir o activo por intermédio de Kalunga, aos 60 minutos, e o central Cassiano a empatar a partida dois minutos após os 90 regulamentares.

Numa primeira parte muito disputada a meio campo, mas sem oportunidades de golo para ambos os lados, as emoções fortes da partida estavam reservadas para a segunda metade da partida, altura em que o Cova surgiu com mais perigo junto da área contrária, sempre em lances de contra-ataque.

Aos 53 minutos, Balogun surgiu na cara do guarda-redes da União, mas o avançado rematou ao lado do poste esquerdo da baliza de Rendeiro.

O aviso estava dado e os venenosos contra-ataques da turma visitante, com homens de muita mobilidade na frente, cavaram uma grande penalidade na área do União, à passagem do minuto 58. Chamado a bater, Zacarias proporcionou a Rendeiro uma boa defesa, a segurar o nulo na partida.

Igualdade que viria a ser quebrada, dois minutos depois, com Kalunga a aparecer rápido dentro da área e a rematar forte, em zona frontal, sem hipótese para o guarda-redes da casa, perante a passividade da defesa do União, pouco lesta a afastar a bola, nesse lance de insistência do ataque forasteiro.

Bem mais perigoso o Cova na segunda metade da partida, obrigou o União a manter-se sempre atento na defesa, mas foi Deivison a ter a primeira oportunidade para empatar de novo a partida ao desviar a bola de cabeça, ao primeiro poste, levando-a a beijar o travessão da baliza à guarda de Tomás Carvalho, após pontapé de canto na direita do ataque unionista.

Com o técnico da União a fazer subir Cassiano para ponta de lança foi Yago que, minutos depois, e de novo de cabeça, levou a bola a passar rente ao poste esquerdo da baliza do Cova para desespero dos muitos adeptos que acorreram ao Chã das Padeiras nesta jornada decisiva para a manutenção da turma scalabitana na Liga 3.

Acusando o peso da desvantagem, a União não conseguiu fazer chegar, com qualidade, a bola ao último reduto defensivo do Cova, acabando por chegar ao empate, dois minutos depois dos 90 regulamentares, por intermédio de Cassiano, que na pequena área empurrou para o fundo da baliza do Cova da Piedade.

Um empate que soube a pouco para a turma scalabitana que agora aguarda o desfecho do jogo desta tarde entre o Amora e o Caldas que poderá ditar, já hoje, a despromoção do União de Santarém, caso o Caldas vença esse jogo. Se a turma de Caldas da Rainha não vencer hoje no Seixal, o jogo entre o Caldas e a União da 6.ª jornada deste Série 5, dia 1 de Maio, será uma autêntica final na luta pela manutenção na Liga 3 na próxima temporada.

O que verdadeiramente não abona em nada a organização deste campeonato é o facto dos jogos entre equipas que buscam os mesmos objectivos não decorrerem à mesma hora… E, ao contrário do que diz a expressão, isso são contas do mesmo rosário…

Leia também...

Atleta do Santarém Basket Clube morre aos 13 anos de idade

Henrique Francisco, atleta do Santarém Basket Clube, faleceu no passado domingo, 11…

Atleta do Vale de Santarém assina contrato profissional com o SL Benfica

Henrique Sá iniciou o seu percurso desportivo no SL Cartaxo.

Par de Santarém conquista recorde para Portugal no Campeonato do Mundo das 10Danças

O par Francisco Ramos & Leonor Gonçalves conquistou o 13º lugar na…

Benfica do Ribatejo incrédulo com decisão da Associação de Futebol de Santarém

O Grupo Desportivo de Benfica do Ribatejo está incrédulo com a resposta…