VÍDEO | Hospital de Santarém inaugura cozinha onde pessoas com doença mental aprendem a cozinhar

O serviço de psiquiatria do Hospital de Santarém inaugurou esta terça-feira, 19 de Novembro, a cozinha do projecto “In_Cooking”, onde, durante um ano, meia centena dos seus utentes vão frequentar oficinas de cozinha orientadas pelo chefe escalabitano Rodrigo Castelo.

O projecto segue-se a outros que o departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do Hospital Distrital de Santarém (HDS) tem vindo a desenvolver com o objectivo de autonomizar os seus utentes e de promover a inclusão e a redução do estigma associado à doença.

O In_Cooking vai funcionar com grupos que integram seis pessoas com doença mental, identificadas pelo serviço de psiquiatria, e dois da comunidade, identificados pela acção social da Câmara de Santarém.

O objectivo é promover a autonomia, a capacidade de organização e de ser “selectivo” nas compras, a prática de uma alimentação saudável e também a empregabilidade.

Com uma candidatura à Missão Continente, a equipa conseguiu a verba necessária para recuperar e equipar uma pequena cozinha do serviço. Tudo o resto foi doado, resultado dos contactos feitos com o chefe Rodrigo Castelo e com os fornecedores de produtos alimentares, mas também de panelas, loiça, talheres, uma ajuda “extraordinária” que a equipa sinalizou numa das paredes da cozinha.

Rodrigo Castelo tinha hoje consigo dois outros chefes que quiseram abraçar o projeto, a “Tia Cátia” do 24Kitchen e Carlos Albuquerque, do restaurante da Herdade do Esporão. Para o chefe escalabitano, a ligação ao projecto, em que participa ‘pro bono’, foi imediata.

Tal como aconteceu com o In_Cluir, o projecto vai ser acompanhado pelas Escolas Superiores de Saúde e de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Santarém (IPS) para avaliação do seu impacto.

Sendo promovido por uma associação criada para estes fins, a r.INSERIR – Oficinas para Todos e para Cada Um, o projecto conta com as parcerias do HDS, da Câmara Municipal de Santarém, da Casa de Pessoal do Hospital de Santarém, das Escolas Superiores de Saúde, de Gestão e Agrária, do IPS, da Escola Profissional Vale do Tejo, e de várias empresas.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS