VÍDEO | Jorge Justino: Um Engenheiro Químico à procura da fórmula para o desenvolvimento da região

O nome de Jorge Justino está intrinsecamente ligado ao Instituto Politécnico de Santarém, instituição que presidiu entre 1996 – à excepção do mandato de 2006 a 2010 – e 2018.

Foram duas décadas de labor como o timoneiro de uma das instituições âncora da região, mas a sua ligação ao politécnico, em particular à Escola Superior Agrária, vem de muito antes.

Distinguido recentemente com o ‘Prémio Carreira’ do Rotary Club de Santarém, Justino declarou ao nosso jornal: “Sempre me dediquei intensamente às instituições por onde passei e à própria cidade de Santarém, ao seu desenvolvimento, às empresas e continuarei a fazer tudo o que for possível, para que haja um desenvolvimento nesta região do Ribatejo. Como ainda me sinto um jovem continuarei a trabalhar em prol do sucesso da região e de Portugal para que este seja um país cada vez mais reconhecido também a nível internacional”.

Homem ligado à ciência e fiel às raízes, Jorge Justino nasceu em 1948 no seio de uma família burguesa, fez a primária na escola de São Bento e prosseguiu os estudos no Liceu Nacional de Santarém, actual Escola Secundária de Sá da Bandeira.

Aí começou a desenhar-se uma carreira docente e académica que o levaria à Escola Secundária Ginestal Machado e à Escola Superior Agrária. Casado e pai de um filho já adulto, considera-se um homem interessado pela cultura, nas suas várias vertentes, mas a sua grande paixão é a ciência.

Professor Coordenador Principal Jubilado da Escola Superior Agrária de Santarém, Engenheiro, Mestre e Doutor em Engenharia Química, pelo Instituto Superior Técnico – Universidade Técnica de Lisboa, em cooperação com a Universidade de Manchester, U.K., com Agregação em Química Alimentar pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Foi Vice-Presidente do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), Professor Coordenador Principal e Director da Escola Superior Agrária de Santarém e presentemente jubilou-se como Presidente do Instituto Politécnico de Santarém (no final do seu 5º mandato) e membro do CCISP.

Áreas de investigação: química alimentar, valorização de recursos naturais e qualidade de vida, alimentos funcionais, actividades biológicas e estudos de toxicidade.

É membro de várias redes na Europa, nomeadamente do Tratado de Windsor, da Prion Chemical Biology Network (PCBNet) e da Euroglycoforum, financiada pela European Science Foundation.

Representou o Instituto Politécnico de Santarém na European Innovation Partnership on Active and Healthy Ageing, que integra metas propostas para a estratégia 2020 da Europa.

É autor de vários artigos, conferencista, investigador em diversos projectos científicos e detém várias patentes na sua área de investigação.

Tem sido distinguido com várias homenagens e menções honrosas nas áreas: Científica, Cultural e de Desenvolvimento.

Presentemente, integra o Conselho Científico da Unidade de Investigação do Instituto Politécnico de Santarém como investigador convidado.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS