A memória de Salgueiro Maia foi hoje evocada no Jardim dos Cravos, junto à estátua do “Capitão de Abril”, no dia em que se assinalou a data da sua morte, a 3 de Abril de 1992.

A cerimónia, que contou com a presença de amigos, familiares e companheiros de armas do Capitão sem Medo, marcou o arranque oficial em Santarém das comemorações dos 45 anos da revolução dos cravos

No local por onde passaram Salgueiro Maia e as suas tropas rumo a Lisboa, coube à vice-presidente da Câmara de Santarém enaltecer o papel do Capitão de Abril na “construção de um espaço de liberdade”

No final da cerimónia oficial, Andrade da Silva, membro da Associação Salgueiro Maia, quebrou o protocolo para evocar o companheiro “de muitas lutas”

PUBLICIDADE

O programa das comemorações do 25 de Abril em Santarém decorre até ao final deste mês, com um conjunto vasto de iniciativas, desde concertos, lançamento de livros e a reconstituição, na noite do dia 24, da saída da coluna militar que o “capitão de Abril” comandou até Lisboa.

Ouça aqui a intervenção de Inês Barroso, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Santarém.

PUBLICIDADE
Leia também...

Hospital de Santarém – Uma homenagem sentida aos ‘homens e mulheres’ da Linha da Frente

Especial 130 anos do Jornal Correio do Ribatejo O mundo mudou há…

Salvador, Bebé do Ano em Santarém, recebe cheque-prenda do Correio do Ribatejo/Sonae

Salvador da Silva Carlota foi o primeiro bebé a nascer no dia…

João Manzarra apela à adopção de cães abandonados em Santarém

João Manzarra, conhecido apresentador de televisão, esteve esta sexta-feira, 15 de Novembro,…

Estatuto do Antigo Combatente assegura um “tardio, mas justo reconhecimento”

O parlamento aprovou, no passado dia 23, o Estatuto do Antigo Combatente,…